Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Do Alto da Torre

Marcas da Violência

Projeto do deputado distrital Hermeto (MDB/foto), traz uma importante contribuição para a autoestima de mulheres que sofreram violência

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

Na semana passada, foi aprovado em primeiro turno projeto do deputado distrital Hermeto (MDB/foto), que traz uma importante contribuição para a autoestima de mulheres que sofreram violência e ficaram com marcas e cicatrizes. Essas mulheres, pelo projeto, poderão fazer tatuagens e outros procedimentos para esconder as marcas que ficaram em suas peles.

Traumas – São mulheres que sofreram traumas, queimaduras, cortes que deixaram cicatrizes. Além das que sofreram mutilações em decorrência de procedimentos cirúrgicos, como as que passaram por mastectomia, retirada do seio em consequência de câncer.

Casos – Segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca), só no Distrito Federal se somarão 8.820 casos de câncer neste ano e quantidade semelhante em 2022. Destes, o câncer de mama será responsável por 42,63 casos a cada 100 mil habitantes por ano.

Cicatrizes – E há aquelas que ficam com marcas por conta de situações de violência. “Quando trabalhava como policial, atendi muitas mulheres que haviam sofrido violência por parte dos seus cônjuges e, na maioria das vezes, se recusavam a representar contra o marido”, afirmou Hermeto. O projeto do deputado tem o objetivo de amenizar o sofrimento dessas vítimas.

Reforma administrativa

Principal nome da oposição contra a reforma administrativa, o deputado federal Professor Israel Batista (PV-DF) é o representante de Brasília na Comissão Especial da PEC 32 na Câmara. Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, a Servir Brasil, Israel promete mobilização pesada para desidratar o texto original da proposta enviada pelo governo.

118 emendas – Até o momento, já foram apresentadas 118 emendas à reforma administrativa na comissão. Elas estão sendo cuidadosamente analisadas pela Servir Brasil. “Vamos unir forças na coleta de assinaturas às emendas que se alinham à defesa do serviço público”, afirma o parlamentar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Acervo precioso

Assim que soube que a Fundação Palmares pretende se desfazer de parte do seu acervo, o secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, Bartolomeu Rodrigues, apressou-se e manifestou o interesse de passar as ricas obras que não interessam ao presidente da Fundação, Sérgio Camargo, para a Bilioteca Nacional.

Raridades – O que impressiona mais é a informação de que a Fundação Palmares pretende se desfazer das obras por não considerá-las adequadas por razões ideológicas. Entre as raridades que pretende descartar está, por exemplo, o Dicionário de Folclore Brasileiro, do historiador Câmara Cascudo.

Zelo – “A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do DF tem um trabalho primoroso quanto a restituição e o zelo de acervos. Não podemos deixar de ter um lote como esse em nossa salvaguarda”, destaca Bartolomeu Rodrigues. “Queremos receber essas obras, colocá-las em quarentena, avaliar o estado físico de cada uma, seguir os trâmites de higienização e restauro do que for necessário, e encaminhar para consulta pública as obras que tiverem aptas”, planeja o secretário.

Idosos

O dia 15 de junho foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Assim, em função da data, a promotora de Justiça Maércia Correia de Mello participará de duas lives, em que debaterá o tema.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Canal do TJDFT – A primeira live será hoje, das 9h às 11h, e será transmitido pelo canal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) no Youtube. O debate terá como tema “Violência Doméstica e Familia – Desafios em relação à Mulher Idosa”. Além da promotora de Justiça, participarão da discussão a juíza e coordenadora do Núcleo Judiciário da Mulher Gislane Carneiro Campos Reis; a supervisora da CJI, Iara Faria; e a psicóloga do Pró-Vítima da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) Danielle Melo.

Programas – A segunda live acontece amanhã, às 20h, pelo canal do YouTube Intercâmbio60+. Essa conversa será em torno do sequinte tema: “O que temos no Brasil de Programas Contra a Violência da Pessoa Idosa”. O evento será mediado pela médica Suzete Carbonell Leal, especialista em envelhecimento e saúde do idoso, com a participação de Maércia e do professor Tenildo Lopes, especialista em gerontologia.

Afroempreendedorismo

A Fundação Instituto de Negócios e Afroempreendedorismo (Funapro) e o Núcleo de Aprendizagem Profissional e Assistência Social (Nurap) uniram-se para fazer, entre os dias 13 e 15 de julho, o I Congresso Nacional de Empreendedorismo e Empregabilidade da Juventude Negra. A iniciativa visa incentivar e dar informações e apoio a jovens empreendedores negros.

Gratuito – O evento será gratuito, transmitido digitalmente pelo Youtube e pelo Facebook da Funapro. E irá reunir representantes nacionais e internacionais, especialistas em gestão empreendedora. Haverá ainda a entrega do Prêmio “Jovens Revelações”, que distinguirá o “Jovem empreendedor”, “Jovem liderança” e “Empresa Top Contratação” deste ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Mais sobre Do Alto da Torre



Você pode gostar