Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Do Alto da Torre

Inversão de pauta

PL de Izalci permite a fabricação de vacinas em laboratórios veterinários, atendidas as condições de segurança, durante o período de pandemia

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

De luto oficial, por conta das mais de 500 mil mortes por Covid no Brasil, o Senado inverteu a pauta de votações de hoje do plenário para permitir a votação com celeridade do Projeto de Lei (PL) 1.343/2021, que é relatado pelo
senador do Distrito Federal Izalci Lucas (PSDB/foto).

Vacinas – O texto permite a fabricação de vacinas em unidades de saúde animal (laboratórios veterinários), atendidas as devidas condições de segurança, durante o período em que durar a pandemia. Foi aprovado na última semana pela Câmara. “Precisamos insistir, criar mais condições para a fabricação e cobrar mais vacinas”, disse o senador.

Lançamento

O TCDF será o anfitrião, hoje, do lançamento do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) no DF, previsto para acontecer a partir das 14h30. Voltado para gestores, controladores e servidores de organizações públicas do DF, o evento será aberto à participação da sociedade. terá transmissão ao vivo pelo canal oficial da Corte.

Controle – O Tribunal assumiu a coordenação da Rede de Controle da Gestão Pública do Distrito Federal, uma iniciativa que promove a articulação de ações dos órgãos que fiscalizam uso do dinheiro público e que também estimula o controle social. Fazem parte do grupo o MPDFT, MPC/DF, CGDF, Secretaria de Economia do DF e Polícia Civil.

Ampliação

A deputada federal Celina Leão (PP/DF) comemora a aprovação, na noite da última quinta-feira (18), do substitutivo ao projeto que amplia categorias prioritárias na vacinação contra covid-19, cujo texto base é de sua autoria.

Motoristas – A matéria inclui, além dos caminhoneiros autônomos e motoristas de transporte rodoviário de cargas que constavam no projeto original, os trabalhadores de transporte coletivo rodoviário e metroviário de passageiros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Embolia – E, também, pessoas com doenças crônicas, doenças raras e que tiveram embolia pulmonar, bem como os agentes de segurança pública da ativa e os agentes da segurança privada que estejam comprovadamente em atividade externa.

Educação

A senadora Leila Barros (PSB-DF) apresentou requerimento para um debate no Senado sobre os rumos da educação em face da pandemia. Ela sugeriu que sejam propostos, ao longo desse encontro, planos para a saída da crise e garantias para o funcionamento das instituições de avaliação e fiscalização das políticas públicas de educação no Brasil.

Preocupante – “A situação da educação em nosso país é extremamente preocupante. A atuação em prol de mecanismos de educação a distância além de importante seria tão mais efetiva e econômica, se fosse feita de forma centralizada”, afirmou.

Perdas – A parlamentar também considera fundamental a construção de projetos de recuperação dos estudantes que tiveram perdas no processo educativo nesses dois anos letivos. Ela pediu a presença de representantes do setor – dentre os quais o ministro da Educação, e representantes do Inep, Caps, Cionsede e Undime.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos hospitais

O deputado distrital Jorge Vianna (Podemos) tem visitado hospitais de campanha do Distrito Federal. Ele esteve recentemente no de Ceilândia e no da Polícia Militar para conhecer instalações e conversar com trabalhadores do local.

Acompanhamento – Vianna, que é profissional da área de Saúde, disse aos trabalhadores que vai acompanhar de perto questões que venham a ser observadas, relacionadas a pagamentos de terceirizados e lotação de pacientes nestas unidades.

Colônia

A ministra Flávia Arruda, da Secretaria de Governo da Presidência da República, se reuniu com lideranças comunitárias da Colônia Agrícola 26 de Setembro na última semana para discutir a regularização e os desafios da comunidade. Deputada federal licenciada pelo DF, ela é autora de Projeto de Lei que busca a desafetação da área.

Ônibus – “Desde o início, tenho preocupação com essas famílias e estamos caminhando juntos. A regularização passa por esse projeto e vamos seguir trabalhando, respeitando todas as etapas legais”, declarou. De acordo com Flávia A medida consiste num pleito de mais de 20 anos de cerca de 30 mil moradores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desafetação – O projeto (PL 2776/2020) da agora ministra, em tramitação na Câmara, prevê a desafetação de 996 hectares da Floresta Nacional de Brasília e transfere para s União outra área. Ou seja, segundo ela, “garante a regularização fundiária do assentamento e faz a compensação ambiental”.

Fruticultura

A Codevasf lançou recentemente, em Brasília, a estrutura de apoio que vai coordenar, acompanhar e executar ações da chamada Rota da Fruticultura da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride/DF), em articulação com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lançamento – Para o coordenador desse trabalho na Ride, o técnico Luiz Antônio Curado, as ações permitirão uma rota inovadora que abrangerá toda a Ride-DF, uma área do tamanho do estado de Pernambuco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar