fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Ibaneis Rocha alerta sobre os cuidados para vencer a Covid-19

“Ninguém brinque, façam tudo o que puderem para evitar a covid. Tive isso e sei como é difícil”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
[email protected]

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (foto), fez um desabafo ontem durante solenidade realizada no Palácio do Buriti sobre a covid-19, doença que ele contraiu duas semanas atrás e da qual só foi considerado curado na última segunda-feira (21).

“Difícil”

“Ninguém brinque, façam tudo o que puderem para evitar a covid. Tive isso e sei como é difícil”, declarou.

O DF, segundo infectologistas, está numa fase de regressão dos casos de contaminação, Mesmo assim, ainda apresenta alto número de infectados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais acesso

A senadora Leila Barros (PSB-DF) destacou ontem dois projetos de sua autoria que ajudam na acessibilidade no país. Um deles garante o acesso de pessoas com deficiência aos serviços públicos e o direito de acesso ao consumo. O outro desburocratiza o passe livre para pessoas com deficiência.

Cidadania – “Garantir esses direitos básicos é garantir a cidadania e o respeito que todos merecem. Nos serviços e espaços públicos e privados, as pessoas com deficiência frequentemente encontram dificuldades para terem garantidos os seus direitos básicos. Por isso, é tão importante falarmos e trabalharmos para melhorar esse quadro”, afirmou Leila.

Prorrogação

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) prorrogou por seis meses o prazo de credenciamento para o Comitê de Gestão Participativa (CGP) que vai atuar na revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (Pdot).

Compromisso – Segundo o secretário, Mateus Oliveira, a alteração é uma demanda da própria sociedade civil, que pediu mais tempo para reunir a documentação necessária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É mais uma medida que reafirma nosso compromisso com a efetiva participação social” ressaltou.

Padre Júlio

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) manifestou, recentemente, solidariedade
e defesa ao Padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua de São Paulo – com longa trajetória de defesa dos pobres e excluídos – que tem sido alvo de ameaças de morte.

Punição – Uma das integrantes da chamada Frente Parlamentar Mista em Defesa da População em Situação de Rua, Erika apresentou repúdio, por parte do grupo, em relação ao ocorrido. Também destacou a necessidade de rápida apuração e punição dos responsáveis.

Pelo Brasil  – “O Padre Júlio é reconhecido pelo trabalho realizado junto às pessoas vitimadas pela violação de seus direitos, em especial os que experimentam o máximo da exclusão social: as que se encontram em situação de rua. Defendê-lo é defender o Brasil”, disse.

Convênio

Servidores do Ministério da Saúde cedidos para a Secretaria de Saúde do DF fizeram, esta semana, ato em agradecimento ao deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) pela assinatura do convênio que os mantém em suas atividades. O parlamentar trabalhou pelo pleito junto ao Executivo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atendimento – Graças ao novo termo de cooperação firmado, a atuação de quase 700 servidores no DF está garantida por mais três anos. Eles trabalham no combate à dengue, além de estarem lotados em hospitais e postos de saúde. “Sei da importância desses profissionais no combate à pandemia”, disse Abrantes.

Zolgensma

O deputado distrital João Cardoso (Avante) comemorou a aprovação, pela Câmara Legislativa do DF (CLDF), do projeto de decreto que permite isenção do ICMS para o remédio Zolgensma – considerado o mais caro do mundo. O medicamento, usado no tratamento da Atrofia Muscular Espinhal (AME), custa US$ 2 milhões.

Acompanhamento – Cardoso lembrou que tem acompanhado de perto o caso da menina Kyara Lis e de outros bebês diagnosticados com a doença. “No DF, há pelo menos cinco crianças nessa situação”, informou. O texto aprovado homologa dois convênios de ICMS – de números 52/20 e 78/20 – autorizados pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Meia entrada

A Comissão de Economia da CLDF aprovou, terça-feira (22), projeto que prevê meia-entrada a profissionais da saúde em eventos culturais, artísticos, cinematográficos e desportivos no DF. A medida, proposta pelo deputado distrital Jorge Vianna (Podemos), vale para funcionários das redes pública e privada, além de aposentados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Humanização – De acordo com Vianna, a presença desses profissionais pode trazer mais segurança em casos de emergência ou mal-estar de espectadores. “Permitir que esses profissionais tenham acesso facilitado é possibilitar que isso se converta em um atendimento mais humanizado e mais compreensivo”, afirmou. O texto prossegue com sua tramitação.

Prevenção

A prevenção ao suicídio será tema de Live que será realizada hoje (24) pela CLDF, às 17h. Com a participação dos deputados Fábio Felix (PSOL), Rodrigo Delmasso (Republicanos) e Eduardo Pedrosa (PTC) – e dos cidadãos pelo chat no canal da Casa no Youtube,– o programa terá transmissão ao vivo pela TV Web CLDF.

Alternativas – “No quadro de franca ascensão dos distúrbios mentais, o número daqueles que não enxergam alternativas e vêm cogitando a retirada de suas vidas segue também um crescente. É urgente que pensemos alternativas embasadas em fatos e pesquisas para ajudar no processo de superação e prevenção”, argumentou o deputado Fábio Felix.

Jovens

A Câmara Legislativa do DF derrubou, recentemente, o veto total ao projeto que trata da chamada “Política de Primeiro Emprego para Jovens”. A mudança proposta estabelece preferência nos postos de trabalho para os jovens oriundos de instituições de acolhimento familiar ou institucional, que não foram adotados.

Empregos – O veto foi derrubado por unanimidade pelos distritais, com 13 votos contrários. O projeto, que tem como autor o deputado distrital João Gomes (PSB) define ainda que pelo menos três por cento das vagas para a nova política de emprego sejam destinadas a estes jovens.

Caesb

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou ontem projeto de lei do Executivo que regulamenta as regras para ocupação de cargos comissionados na Caesb. Os deputados aprovaram um substitutivo ao texto original do governo em segundo turno e redação final. A matéria segue agora para a sanção do governador.

Efetivos – De acordo com o deputado Delmasso (Republicanos), o texto não gera aumento de despesa e cumpre decisão judicial sobre a ocupação de cargos comissionados por servidores efetivos da companhia. Pela proposta, pelo menos 50% dos cargos em comissão deverão ser ocupados por empregados da Caesb ou servidores efetivos do DF.

Concurso

A Polícia Militar do DF (PMDF) está promovendo o 1º Concurso de Desenhos Infantis sobre Educação no Trânsito. O objetivo, segundo organizadores do evento, é fomentar entre os pequenos os propósitos da Semana Nacional de Trânsito 2020.

Votação – Podem participar alunos do 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental das redes pública e privada. As inscrições são gratuitas e vão até amanhã (25). Os três melhores desenhos serão selecionados, mas o campeão será definido por votação popular.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade