Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

One Ride: a celebração da Royal Enfield

Foi no clima do motopurismo que, no último domingo (26/09), aconteceu o One Ride, um evento apoiado pela marca nos quatro cantos do mundo.

Por Aurélio Araújo 28/09/2021 12h09

One Ride é a celebração de uma marca icônica. Se você é um apaixonado por duas rodas e ainda não conhece a Royal Enfield, vou te ajudar. Em um breve resumo (porque são mais de 100 anos de história), a Royal Enfield é a marca de motos mais antiga em operação no mundo. 

Primeira moto Royal Enfield, de 1901 — Foto: Divulgação

Criada em 1891, a Royal teve sua primeira moto produzida em 1901, no Reino Unido. Na metade do século passado, a empresa acabou se transferindo para a Índia. Em 2017, iniciou suas operações no Brasil. Em 2019, ela aportou em Brasília e, sem dúvidas, chegou para ficar. Hoje, a Royal Enfield é a terceira marca que mais emplaca no Distrito Federal, superando marcas tradicionais como Harley Davidson e Kawasaki. 

Um dos pontos mais interessantes da Royal é seu apreço pelo “motopurismo” que, para mim, é o símbolo de uma moto raiz: “made like a gun”. Quem já andou em uma Classic 500, sabe bem do que eu estou falando. Visual retrô, kicker, painel de instrumentos bem enxuto e um estilo de pilotagem que lembra os anos 40. Para mim, é uma moto fácil. Você vai e vem com tranquilidade. Boa para o dia a dia e boa para quem quer um pouco de aventura. E isso serve para todo o line up da empresa, desde a recém lançada Meteor 350cc (sobra a qual escreverei aqui em breve) até a braba Continental GT 650cc. 

Cada rider dá seu toque de personalidade em sua Royal Enfiled. Foto: Royal Enfield Brasília.

Um ponto interessante é que cada motocicleta tem um toque do seu dono ou dona (cada vez mais mulheres estão aderindo à marca). De um lenço amarrado até uma completa reestilização, as Royals parecem refletir a personalidade dos seus proprietários. Já vi de tudo um pouco e sempre me surpreendo com a criatividade. 

E foi nesse clima do motopurismo que, no último domingo (26/09), aconteceu o One Ride, um evento apoiado pela marca nos quatro cantos do mundo. O tema desse ano foi “leave every place better” (deixe todo lugar melhor). Eu participei da primeira edição do evento que aconteceu em Brasília em 2019. Éramos pouco mais de 50 motos. Em 2020, devido à pandemia, o evento não aconteceu. Em 2021, mais de 120 inscritos, além dos não inscritos e os parceiros que pilotam outras marcas, tornaram o evento uma verdadeira celebração em duas rodas.

Eu (cen.) com os amigos Renato Cezário (esq.) e André Perotto (dir.). Foto: Arquivo Pessoal.

Não importa a cilindrada, o estilo, todos seguimos com tranquilidade até o destino final: o PAD Bier, ao lado do famoso (mas agora seco) campo dos girassóis. Fomos em comboio, formato necessário com esse volume de motocicletas para a segurança do grupo. O rolê foi muito bom e melhor ainda foi ter encontrado muitos amigos.

Valeu Royal Enfield Brasília!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

OBS: Um salve especial para o Léo (Gerente da RE) e para o Marcelo (diretor do grupo V12) pelo convite e pela organização!








Você pode gostar