Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Relatório da CPI: a bola está com Aras

Relatório da CPI será encaminhado ao PGR. A conferir quais serão as providências, se houver. A fama de “engavetador” de Aras é internacional

Por Leandro Mazzini 26/10/2021 7h32
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Das vezes em que foi provocado para tomar decisões sobre a postura do presidente Jair Bolsonaro frente à pandemia de covid-19, o procurador-geral da República, Augusto Aras (foto), se manteve fiel ao mandatário que o colocou no cargo.

Em um dos muitos casos de alinhamento com o padrinho, Aras foi contra a solicitação de subprocuradores para que ajuizasse no STF uma arguição de descumprimento de preceito fundamental (ADPF) contra a campanha “O Brasil não pode parar”, que foi difundida em redes sociais do governo para incentivar a reabertura do comércio. O relatório da CPI será encaminhado ao PGR. A conferir quais serão as providências, se houver. A fama de “engavetador” de Aras é internacional.

Mundo também

O francês Le Monde, em reportagem sobre o relatório da CPI, cravou: “O procurador-geral da República, aliado do presidente, deve bloquear qualquer indiciamento”.








Você pode gostar