Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Governo Bolsonaro tem inflação histórica

Por Leandro Mazzini 25/11/2021 11h18
Foto: Reprodução/Agência Brasil

A menos de um ano da eleição, a inflação da 3ª quadrissemana de novembro/21 é a maior dos últimos quinze anos.

A linha histórica, conforme o atual informativo da Secretaria de Política Econômica (SPE), do Ministério da Economia, mostra que o índice do governo de Jair Bolsonaro (0,96%) supera o registrado em 2015, no mesmo período, durante o governo Dilma Rousseff (0,94%).

Foi o desarranjo na economia que turbinou o processo de impeachment da petista. Em 2016, já no governo Temer, no período de análise, o índice caiu para 0,24%, subiu para 0,32% em 2017 e em 2018, despencou para 0,05%.

A trajetória da inflação permanece ascendente. Comparada com a última semana, houve aceleração dos grupos: Transportes (de 2,55% para 2,98%), destaque para gasolina (de 7,28%, ante 6,14%); e Educação, leitura e recreação (de -0,19% para 0,57%), destaque para passagem aérea (de -1,87% para 2,88%).

Apesar dos índices crescentes, Bolsonaro e seu time econômico assistem inertes a inflação sob descontrole e se eximem de qualquer responsabilidade. Sem anúncio de medidas para conter os preços, Bolsonaro e Guedes jogam a culpa no cenário econômico mundial.

“O mundo todo está sofrendo com a economia neste, espero, pós-pandemia”, tem repetido Bolsonaro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar