Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Torcedor do Botafogo é silenciado após tatuar versão trans do mascote do time

O líder da Torcida LGBTQIA+ do Botafogo afirmou que a visibilidade do caso é muito importante

Por Analice Nicolau 20/10/2021 1h00
O líder da Torcida LGBTQIA+ do Botafogo afirmou que a visibilidade do caso é muito importante

Nesta segunda-feira, 18, um torcedor trans do Botafogo, Theodoro Fish, afirmou ter sido silenciado por outros torcedores após tatuar a versão trans de Manequinho, o mascote do time. Nas redes sociais, o jovem recebeu apoio de Pedro Certezas, comentarista esportivo e botafoguense.

O torcedor já tinha planejado a tatuagem e na semana passada já tinha comentado algumas coisas nas redes sociais sobre o que pretendia fazer. Assim que o desenho foi feito no braço de Theodoro, ele foi para os grupos de torcedores do Botafogo, onde mostrou a tatuagem aos colegas, mas não foi muito bem recebido.

“Claro que todas as minhas tentativas de postar a minha tattoo do manequinho trans nos grupos da torcida botafoguense foram apagados. Transfobia de cada dia”, escreveu o torcedor. Não demorou muito para o caso revoltar muitas pessoas e chegar até Christian Ariano, fundador e líder da Torcida LGBTQIA+ do Botafogo. “Eu, como homem trans, acho muito importante essa visibilidade. É importante ser visto, estar dentro do estádio, ser torcedor atuante, representar o nosso time”, diz Christian.

O líder da Torcida LGBTQIA+ do Botafogo afirma que a visibilidade da causa é sempre importante e diz que muito tem sido feito para que o preconceito não exista. “A gente está começando a educar o pessoal porque o preconceito nada mais é que a ignorância no grau mais puro. Quanto mais você ensina e mostra que todos são iguais, mais as pessoas começam a ser conscientizar”, disse.

Theodoro começou a fazer uma campanha nas redes sociais pedindo para que os seguidores o ajudassem a relatar o ocorrido para a equipe do Botafogo. “Comunidade trans, isso vai muito além de futebol, bora ajudar?”, escreveu ele. O jovem recebeu apoio de vários usuários da web, assim como de Pedro Certezas, comentarista esportivo conhecido na área.








Você pode gostar