Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Thaynara OG fala sobre sexualidade em campanha da Intimus

Iniciativa conta com a contribuição de meninas e mulheres que enviaram dúvidas sobre sexualidade, autocuidado íntimo e ciclos

Por Analice Nicolau 19/10/2021 9h00
Iniciativa conta com a contribuição de meninas e mulheres que enviaram dúvidas sobre sexualidade, autocuidado íntimo e ciclos

Seguindo a estratégia de se aproximar cada vez mais da geração Z para ajudar a levar informações sobre os cuidados com a vulva, sempre questionando os estigmas que permeiam os ciclos além da menstruação, Intimus, marca de cuidados femininos da Kimberly-Clark Brasil, lança o SAC da PPK, uma hotline divertida e com conteúdo informativo sobre temas voltados para a saúde íntima feminina.

A iniciativa da marca tem como principal objetivo tornar-se uma central de atendimento “cool” e convidativa para falar de forma leve sobre temas encarados como estigmas, trazendo para a conversa o tom bem-humorado e ao mesmo tempo agregador para abordar temas, como sexualidade, ciclos e cuidados com a vulva.

E, para deixar o SAC ainda mais atrativo, Intimus convidou a apresentadora Thaynara OG e a gamer Bibi Tatto para serem as atendentes dos vídeos, que contam ainda com a participação da ginecologista e obstetra Rebeca Gerhardt nos esclarecimentos das dúvidas enviadas pela audiência delas.

Com quatro vídeos pautados nos temas “sexualidade”, “conhecendo a ppk”, “autocuidado íntimo” e “ciclos e cuidados”, o SAC da PPK é uma ação colaborativa, criada pela agência PROS, que teve a participação direta de meninas e mulheres que enviaram suas dúvidas por meio do perfil das influenciadoras participantes da campanha, como a atriz Fernanda Concon, a bailarina Vi Bueno, além de Thaynara OG e Bibi Tatto, que têm falado sem estigmas sobre a importância do autocuidado em suas redes sociais, a convite da marca.

O SAC da PPK, que estará disponível no perfil de Intimus no Instagram e faz parte da campanha da linha Intimus com tecnologia Antibacteriana e Defesas Naturais, lançada em 2020, e quer reforçar a importância de cuidar da saúde da vulva no período menstrual e em todos os dias do mês, incentivando o ppkcare.

“A mulher ainda é muito estigmatizada quando o assunto é saúde íntima. Por outro lado, ainda existem muitas dúvidas sobre a vulva e o ciclo menstrual, por isso a importância de ações que ajudem a levar informação sem causar desconforto, de forma didática e informativa. E, nesse sentido, Intimus tem atuado com iniciativas que incentivam a sociedade a questionar o estigma da menstruação e tudo o que envolve a saúde e o cuidado íntimo da mulher. Por isso, o SAC da PPK surge como uma alternativa para quem deseja falar e tirar dúvidas sobre esses assuntos de forma aberta e sem estigma, pois entendemos que com informação conseguimos contribuir para melhorar a forma que meninas e mulheres se relacionam com sua vulva, seu corpo e seu ciclo”, afirma Marina Reis, gerente de marketing de Intimus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além do SAC da PPK, as consumidoras também podem contar com a nova plataforma de conteúdo de Intimus, a Kira, que reúne calendário para acompanhar o ciclo menstrual, informação sobre saúde íntima feminina, bem-estar e sexualidade, além de e-commerce de produtos da marca e conteúdos exclusivos, tudo de forma gratuita e sem a necessidade de download da plataforma.  

Pensando em fomentar ainda mais o debate acerca da relação da mulher brasileira com a região íntima, a marca realizou a pesquisa “Os Estigmas da Vagina”, em parceria com Nielsen Brasil e a Troiano Brandingem 2020.

O estudo trouxe aspectos importantes da jornada de autoconhecimento: descoberta, saúde, estética, prazer e empoderamento. Um dos resultados que a pesquisa mostra é que ainda existe muita falta de informação a respeito da região íntima por conta dos estigmas impostos pela sociedade. Sobre o conhecimento que as entrevistadas demostraram ter sobre a vulva e a vagina, a pesquisa mostrou que muitas ainda se confundem: 50% acharam que a imagem da vulva era uma vagina; e outras 43%, ao se depararem com a vagina, acharam que era a vulva.

As informações foram fundamentais para que a marca pudesse desenvolver novas ferramentas que auxiliem na divulgação de informações confiáveis sobre a saúde íntima feminina, como o SAC da PPK e a plataforma Kira, já que 50% das entrevistas revelaram ter interesse em ler a respeito das partes íntimas do corpo e o período menstrual para entender melhor como funcionam. E, para 56%, conhecer melhor o corpo pode ajudar a entender mais o ciclo menstrual e aceitá-lo melhor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar