Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Para superar crise, brasileiros apostam em empreendedorismo, Thamires Paiva que o diga!

Por Analice Nicolau 18/05/2021 2h42
Thamires Paiva Thamires Paiva

Sem dúvidas, 2020 foi marcado por mudanças, e no mercado de trabalho, em meio a crise mundial, não foi diferente. Mas, em meio a situações tão incertas, algumas foram positivas: esse é o caso do empreendedorismo. Segundo dados disponibilizados pela pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, GEM, realizada em conjunto com o Sebrae, a taxa de empreendedorismo no país bateu recorde, com maior número de novos autônomos nos últimos 20 anos.

Thamires Paiva, empreendedora e idealizadora do TLP Ateliê, faz parte dessa história. Ela usou a pandemia para tirar um antigo sonho da gaveta. “Sou formada em design de interiores, e trabalhava em alguns restaurantes, mas sempre amei moda e criar peças. No início da pandemia, comecei a trabalhar com minhas criações, a primeira delas lançada no início de março e mesmo com medo e incertezas, coloquei minhas peças na rede social e comecei a divulgar o meu trabalho”, contou.

“Gosto da ideia de criar peças que possam mudar, looks funcionais, que vão servir em diversas ocasiões e que traga a liberdade de vestir de várias formas , comentou a criadora da marca TLP , Thamires Paiva

“Gosto da ideia de criar peças que possam mudar, looks funcionais, que vão servir em diversas ocasiões e que traga a liberdade de vestir de várias formas e momentos. Minhas peças são divertidas, alegres e com personalidade”, comentou.

Ainda citando a pesquisa, foi possível constatar que aproximadamente 25% da população adulta adotou o formato como trabalho. Segundo dados da Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, houve aumento de 50% no uso da internet durante a pandemia.

A empreendedora contou que, “o começo não foi fácil, principalmente quando você começa sozinho, mas essa além de ser uma experiência única a internet foi uma ferramenta importante para o lançamento do meu trabalho e também me ofereceu uma visão nova de liberdade, flexibilização do trabalho e autonomia, que era exatamente o que estava procurando. Me encontrei nessa modalidade de trabalho e com minhas criações”, comentou.

E para o futuro, a empreendedora já pensa na expansão dos negócios. “O objetivo agora é consolidar ainda mais a minha marca e aumentar minha equipe, pois além de vestir bem, a qualidade é um dos diferenciais do meu trabalho”, encerrou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar