Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

’Eu me basto’, Sérgio Marone dá aula sobre amor próprio

Por Analice Nicolau 30/07/2021 8h00
Através de um vídeo em seu canal no Youtube, o ator falou sobre as expectativas que colocamos nos outros, quando devemos ser felizes por nós mesmos

O ator Sérgio Marone deu uma aula sobre amor próprio em seu canal no Youtube nesta quinta-feira (29). Falando sobre a autossuficiência e sobre se bastar com sua própria companhia, o ator expôs sua opinião de forma bem sincera, levando seus seguidores a refletirem sobre o tema. A introdução do vídeo já é para se pensar, nela, Sérgio diz: ”o que eu quero mesmo nesse vídeo é conversar sobre algo que não é tão difundido na nossa cultura: a autossuficiência. A paz de estar feliz só, na própria companhia. A alegria e o bem estar que a gerente pode encontrar sozinhos, com nós mesmos”.

O vídeo é como aquelas conversas com amigos que nos fazem pensar. Sérgio levanta pontos interessantes sobre o sentir-se bem em estar sozinho e orbita, o vídeo todo, sobre a frase: ”nós somos seres sociáveis e gostamos da companhia dos outros. Mas isso não significa que a gente precisa e deve depender dos outros para ser feliz, para estarmos satisfeitos com a nossa vida e com quem nós somos”.

O ator conta que é uma pessoa que ama a família e os amigos, mas valoriza estar só. ”Isso significa que eu amo menos a minha família os meus amigos ou as pessoas com quem me relaciono? Claro que não. Gostar da minha companhia, de quem eu sou, ficar em paz comigo mesmo, não tem nada a ver com amar mais ou menos as outras pessoas. Só tem a ver com: eu me basto. Eu sou feliz assim. E isso é possível para qualquer pessoa”.

No vídeo, Sérgio fala sobre a importância de gostar de estar sozinho, saber aproveitar a própria companhia, fazer as coisas que gosta. E isso não significa não se relacionar com outras pessoas, mas sim, saber respeitar o próprio espaço e não colocar no outro a responsabilidade de te fazer feliz, pois todos precisam ser feliz por si mesmos.






Você pode gostar