Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Rafael Alves, o Dr. Festa, se reinventa para superar crise no setor de eventos

Em meio a pandemia, setor de eventos enfrenta dificuldades para retomar os trabalhos, fechamentos e diversas remarcações. Assessor de festas usou as redes sociais para manter negócio.

Por Analice Nicolau 17/05/2021 12h00
Rafael Alves, o Dr. Festa, se reinventa para superar crise no setor de eventos

Sem precisão para o fim da pandemia no Brasil e a volta ao ‘normal’, o setor de festa e eventos ainda segue sem a segurança da retomada dos trabalhos. Rafael Alves, o Dr. Festa como é conhecido nas redes sociais, é assessor de eventos e encontrou nas redes sociais uma maneira de burlar a crise da covid-19.

Se adequar aos decretos e oferecer uma nova estratégia para as comemorações foi essencial para que o negócio de Rafael Alves, continuasse a funcionar em meio a pandemia do coronavírus. Há 15 anos, o assessor precisou se reinventar para continuar trabalhando. “No início, o nosso pensamento era de que a pandemia não duraria mais de três meses, mas com o passar do tempo, vimos que a coisa era bem mais séria. Tenho festas que estão na quinta remarcação de data, por causa da incerteza e também dos decretos em São Paulo”, comentou.

Há 15 anos, o assessor precisou se reinventar para continuar trabalhando. “No início, o nosso pensamento era de que a pandemia não duraria mais de três meses, mas com o passar do tempo, vimos que a coisa era bem mais séria.

Mas essa não foi a primeira vez que Rafael precisou se reinventar. “Durante cinco anos trabalhei com eventos em uma empresa de decoração e assessoria de festas e me encantei com essa profissão. O antigo dono decidiu morar nos Estados Unidos e me ofereceu a empresa, e foi assim que começou minha história. Em 2020, fiz 10 anos de profissão e isso é muito gratificante, mas por causa da pandemia, a comemoração precisou ficar para outro momento”, contou.

Para a própria marca, Rafael escolheu trabalhar uma nova vertente das festas sociais. “Meu trabalho como assessor envolve todo o planejamento das festas, desde a escolha dos fornecedores, até a escolha da paleta de cores, decoração e tema. Escolhi trabalhar com festas temáticas, e isso hoje meu maior diferencial”, comentou.

Com o cancelamento das festas e a incerteza das festas, o assessor contou que, “o número de festas adiadas chegou a mais de 70 e atualmente, os novos clientes buscam datas a partir de 2023, para ter mais segurança do atual momento que estamos vivendo e poder escolher os fornecedores com quem tenham mais afinidade”.

“Por trabalhar com assessoria de eventos, meu trabalho é mais limitado no quesito quantidade. Antes da pandemia, tínhamos uma média de 9 festas por mês, agora trabalhamos com 4 festas. Mas mesmo com a baixa na procura por festas, mantive minha equipe para que quando voltar as festas, eles ainda estejam alinhados a visão da empresa e bem preparados”, comentou.

As redes sociais foi um dos artifícios usados para manter o negócio ativo. “Usamos as redes socais para mostrar aos nossos clientes a importância de uma assessoria de eventos e como trabalhamos com a criatividade e qualidade”, comentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja alguns trabalhos do Dr. Festa

Mas quando questionado sobre a volta aos trabalhos, Rafael contou sobre as preocupações. “Em Mogi Mirim, vemos pequenas empresas e até novos negócios que não conseguiram se manter nesse período difícil, e hoje, tenho medo do que pode acontecer com o nosso setor. Quando remarcamos um evento, a primeira coisa a ser feita é se todos os contratos podem oferecer o serviço na nova data, e nem sempre conseguimos”, contou.

Mas mesmo diante das circunstâncias desfavoráveis, o Dr. Festa se mantém otimista. “Com a chegada da vacina, estamos vendo uma luz no fim do túnel, com novos clientes chegando e também as pequenas comemorações que realizamos nesse período. Creio que em breve, teremos a retomada desse setor”, finalizou.






Você pode gostar