Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Moto clubes, tribunais e muito erotismo é enredo de novo livo de Mari Sales

Por Analice Nicolau 05/08/2021 5h42
Romances HOTs são impulsionados pela solidão da pandemia e projetam autoras brasileiras

Companhia para os dias de solidão. Incentivador da imaginação sem pudor. Protagonista do prazer há muito esquecido. Definitivamente, a literatura erótica ganhou novo status: de maior filão do mercado editorial no Brasil e no mundo. E quem se projetou neste cenário impulsionado pela pandemia e que colhe os frutos do trabalho de anos é a escritora best-seller da Amazon: Mari Sales, integrante da nova geração de autoras HOTs do Brasil.

Os números da escritora são tão “maximizados” quanto os músculos dos mocinhos das capas dos livros: mais de 100 milhões de páginas lidas pelo Kindle Unlimited (sistema de aluguel de livros) e 26 títulos ganharam selo de best-seller na Amazon. Entre contos, novelas e romances, já são mais de 100 títulos na plataforma. Uma dessas histórias para lá de picantes é a continuação da Tríade Moto Clube – Livro 2, Victor.

“Dei continuidade a histórias de mulheres que ocupam cargos predominantemente masculinos. O pano de fundo continua com as intrigas entre os moto clubes”,
explica Mari sobre a trama que começou com o primeiro volume, Valentine.

Desta vez, a mulher empoderada é a advogada “porta de cadeia” Rachel Collins, que trabalha diretamente com Victor Aranha, presidente do Moto Clube. Racional, moderna e destemida, a personagem vive o romance tórrido com o protagonista em um amor proibido entre mundos opostos: advogada e bandido. Neste caso, o clichê da mocinha que faz tudo pelo “boy” é invertido. É ele que larga tudo para viver o grande amor.

A série, publicada pelo Grupo Editorial Portal, ainda terá um terceiro volume com título Richard. O sucesso editorial de hoje começou a ser traçado em 2015 após o nascimento da filha. Fato que a fez largar a área de TI após dez anos. Além dos lançamentos e dos recordes de vendas, Mari também aguarda o fechamento do contrato de produção audiovisual com uma streaming, para levar Victor, Rachel e Valentine para as telonas.






Você pode gostar