Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Luisa Marilac dispara contra Bolsonaro: “Muito grosso, ignorante e descortês”

Influenciadora contou os bastidores do Superpop que participou com o presidente da República

Por Analice Nicolau 11/06/2021 11h24

Dez anos depois do programa da “RedeTV”, apresentado por Luciana Gimenez, o “Superpop”, ter ido ao ar com as participações de Jair Bolsonaro, ainda deputado federal, a influenciadora Luisa Marilac, o cantor Agnaldo Timóteo, a jornalista e ex-BBB Angélica Morango e o jornalista Felippeh Campos, o mais polêmico de todos, voltou a ser assunto nesta quinta-feira, 10. Isso porque a influenciadora Luisa Marilac revelou bastidores do programa que foi ao ar em 19 de maio de 2011. Segundo ela, o, hoje presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi “muito grosso, ignorante e descortês”.

Instigada pela polêmica levantada pela revelação feita pelo estilista Ronaldo Ésper, ao afirmar que criticava as roupas de Adriane Galisteu por pedidos de Luciana Gimenez, durante o programa da apresentadora, Luisa Marilac decidiu também contar a própria experiência dela no Superpop.

“Um dos programas que eu fui fazer lá, atrás do cenário, antes de entrar, a produção chegou pra mim e falou o seguinte: ‘você tem que falar que o Agnaldo Timóteo era viado’. Estava eu e o Felippeh Campos. E eu falei ‘eu não vou falar, quem tem que falar é ele. Ele quem tem que se assumir e sair do armário. E não eu quem tem que falar’. Acabou que o Felippeh Campos que falou que ‘você que é gay assumido’ e o Agnaldo Timóteo falou ‘não, não, não…'”, revelou nos stories do “Instagram” pessoal dela.

Instigada pela polêmica levantada pela revelação feita pelo estilista Ronaldo Ésper, ao afirmar que criticava as roupas de Adriane Galisteu por pedidos de Luciana Gimenez, durante o programa da apresentadora, Luisa Marilac decidiu também contar a própria experiência dela no Superpop.

E a influenciadora, então, sustentou o que Ronaldo Ésper contou no canal do “Youtube” dele. “Então existe sim da parte da produção com relação a aquilo que você tem que falar”, disse. Ainda sobre os bastidores do programa, Luisa Marilac postou um vídeo no canal dela no “Youtube”, onde diz ter se arrependido de ter participado do Superpop com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Um dos programas que eu me arrependo de ter feito foi o com o Bolsonaro. Eles me levaram pra Brasília, três horas da tarde, eu achando que eu ia falar de política de LGBT. Eu não sou inteligente, eu não sei falar bem. Mas eu queria entender o que estava acontecendo, eu tinha acabado de chegar ao Brasil, eu queria entender a cabeça
dele. Como ele é. Quando eu comecei a conversar ele falou pra mim assim, o bolsonaro, ‘Você não vai querer falar de política comigo. Você acha que é capaz de falar de política comigo? Você está fedendo a cigarro… Nossa
senhora que cheiro forte’. Ele é muito grosso, ignorante, descortês”, declarou a ativista.

Luisa ainda completou. “Esse programa eu me arrependo de ter feito. Porque eu me senti usada naquele momento. Porque vamos falar o português correto:quem deu luz pro Bolsonaro, foi o Superpop. Foi a Luciana Gimenzes. Quem criou o Bolsonaro foi a Luciana Gimenezes, foi o programa dela”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar