Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Conheça Juliano Valese, chef que conquistou São Paulo com culinária espanhola

Chef há mais de 20 anos, com diversos prêmios nacionais, conquistou a ‘barriga’ dos paulistas ao oferecer experiências únicas da gastronomia espanhola com produtos brasileiros.

Por Analice Nicolau 18/06/2021 1h00
Juliano Valese Juliano Valese

A paixão pela gastronomia ‘nasceu’ com o chef Juliano Valese. Descente de italiano, o chef até tentou se arriscar em outra profissão, como administrador, mas a conexão com os sabores fizeram com que ele largasse tudo, literalmente, e fosse viver fazendo o que mais gosta: oferecer novas experiências através da comida.

Foi em 1999, depois de se mudar para a Califórnia que Juliano percebeu que não nasceu para viver dentro de um escritório. “Já estava na faculdade quando comecei um curso de Business nos Estados Unidos e pouco tempo depois caiu a ficha de aquilo não era o que eu gostaria de fazer. Então decidi trancar o curso e me matriculei em outros, de Gastronomia e Hotelaria”, comentou.

“Já estava na faculdade quando comecei um curso de Business nos Estados Unidos e pouco tempo depois caiu a ficha de aquilo não era o que eu gostaria de fazer. Então decidi trancar o curso e me matriculei em outros, de Gastronomia e Hotelaria”, comentou. Juliano.

Mas mesmo formado e apaixonado pela cozinha, Juliano voltou ao Brasil para terminar a graduação em Administração. “Quando cheguei, em 2001, terminei meu curso e depois não perdi tempo e coloquei o pé na estrada. Naquela época o que a gente precisava era só de uma mochila e um lugar para dormir, e fiz isso. Peguei minhas coisas e meu primeiro destino foi a Itália”, conta Valese.

“Logo depois, fui para o norte da Espanha, e durante quatro meses trabalhei em bares e restaurantes da cidade, onde tem os melhores lugares para se comer no mundo, e fiquei apaixonado com a maneira que eles tratam a comida, pois é muito mais do que apenas preparar o alimento, mas sim descobrir de onde ele veio e tirar proveito de tudo o que ele pode oferecer”, contou saudoso.

Em 2011 foi eleito o ‘Melhor bar de tapas de São Paulo’ pela Revista Época São Paulo; Em 2013 ‘Melhores do ano’ pelo
Jornal Folha de S. Paulo e ‘Melhor bar para ir a dois’ pelo voto do leitor, pela Revista Comer&Beber, da Veja São Paulo, que se estendeu para 2014, 2015 e 2016.

E até 2006, Juliano transitava em Brasil e outras regiões do mundo, conhecendo diversos sabores e estudando sobre culinária. Em 2007, já em São Paulo, foi então inaugurado o Torero Valese, um dos restaurantes pioneiros da cozinha espanhola em São Paulo.

“Logo depois, fui para o norte da Espanha, e durante quatro meses trabalhei em bares e restaurantes da cidade, onde tem os melhores lugares para se comer no mundo, e fiquei apaixonado com a maneira que eles tratam a comida,

“Minha responsabilidade é, além de oferecer excelente culinária, mostrar para os brasileiros que existe um contexto de sabores, produtores e produtos que também merecem atenção. A essência é espanhola, mas o sabor e ingredientes são brasileiros, em pratos autorais e com produtos da estação”, disse.

E mesmo na pandemia, esse mesmo objetivo, agora adaptado, se torna ainda mais necessário. “Claro que enfrentamos o desafio da logística e adequações para trabalhar na pandemia, mas agora a responsabilidade do meu trabalho é dobrada. Os clientes pedem para comer em casa, e a missão é oferecer essa memória afetiva e toda a história dos produtos nos pratos”, contou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A trajetória rumo ao sucesso trouxe diversos prêmios para Valese. Em 2011 foi eleito o ‘Melhor bar de tapas de São Paulo’ pela Revista Época São Paulo; Em 2013 ‘Melhores do ano’ pelo
Jornal Folha de S. Paulo e ‘Melhor bar para ir a dois’ pelo voto do leitor, pela Revista Comer&Beber, da Veja São Paulo, que se estendeu para 2014, 2015 e 2016.

Juliano também é um dos sócio do Iaiá Cave à Manger, inaugurado em 2020, o wine bar e mercearia de produtos locais.






Você pode gostar