Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Joice Hasselmann “vai enfrentar problemas na justiça e pode não ser candidata forte para eleições”, segundo numerológo Rudá Araujo

Segundo numerológo, “Joice terá que demonstrar muito otimismo e honestidade, e com isso Joice passa a não ser, uma candidata forte para ganhar essas eleições”.

Por Analice Nicolau 17/05/2021 2h00
Joice Hasselmann "vai enfrentar problemas na justiça e pode não ser candidata forte para eleições”, segundo numerológo Rudá Araujo

A deputada Joice Hasselmann, deputada federal do Partido Social Liberal (PSL), está sempre cercada de muitas polêmicas. Candidata a prefeita de São Paulo em 2020, recebeu apenas 98 mil votos na ocasião, ocupando o 7º lugar na disputa. E para as novas eleições em 2022, o numerológo Rudá Araujo, analisou a numerologia da candidata, segundo o baralho cigano, que “pode não ser uma candidata forte para ganhar as eleições”.

Segundo o numerológo, “Joice é uma líder nata, possui na sua principal essência, a vibração do número 46/1, que faz de Joice uma mulher de personalidade dominante e que gosta de ser o centro das atenções. O seu poder de liderança vem de vidas passadas e é potencializada pelo excesso do número 1. Com isso, Joice trás muito latente a vibração da coragem, ousadia, originalidade, iniciativa e autoconfiança, mas é preciso ter prudência”, comenta.

Numerólogo Rudá explica que : Joice é uma líder nata, possui na sua principal essência, a vibração do número 46/1, que faz de Joice uma mulher de personalidade dominante e que gosta de ser o centro das atenções.

“As posições de poder e autoridade lhe é muito natural, possui também uma presença de espírito marcante, muita habilidade, imaginação e entusiasmo e isso lhe conferirá sucesso no trabalho. Joice possui um destino de ser uma educadora pois a sua mente e seu intelecto é muito desenvolvido. É uma mulher que precisa sempre reservar um tempo sozinha para poder ter boas ideias e também adquirir conhecimentos. Veio para ser uma especialista, adquirir conhecimentos. E deve usar como ferramenta em seu caminho de vida, não é à toa que a política faz parte da vida dela”.

Ainda segundo Rudá, “Joice está em um ano extremamente favorável o ano esperado por todos, o ano da vibração numérica 35, popularmente chamado como o ano do dinheiro, o ano da colheita. Esse ano traz muita vitalidade, prontidão, força, heranças, recebimentos, reconhecimento e negócios. Esse é o momento em que ela pode ter avanços na carreira, muitas honrarias e dinheiro. Joice terá uma vitalidade muito forte onde sua saúde estará muito melhor, desde que ela tenha responsabilidade com os horários, pois se trabalhar demais, poderá trazer reveses”.

Mas o ano 2022, momento de eleições, pede mais atenção. “No dia 29/01/2022, Joice se despede desse ano altamente favorável para entrar em um ano de muitos desafios. O ano 36/9. O ano 9, é o ano da faxina, das finalizações, dos términos, ou seja, é o ano que muita poeira vai subir, um ano tenso e de muitos desafios emocionais também, e bem no ano de 2022 que será o ano das eleições, Joice estará sob a vibração de um ano que fala de obstáculos, intuição e ter que usar muito de sua liderança”.

“É um ano de ter que lidar com fardos, que exigirá de muita determinação. O lado bom é que seu poder intuitivo estará muito forte, porém no ano 9 tem muitas separações, términos e perdas, problemas com a justiça, avisa númerologo sobre a deputada Joice

“É um ano de ter que lidar com fardos, que exigirá de muita determinação. O lado bom é que seu poder intuitivo estará muito forte, porém no ano 9 tem muitas separações, términos e perdas, problemas com a justiça, além de sua vitalidade, Joice terá que demonstrar muito otimismo e honestidade, e com isso Joice passa a não ser, uma candidata forte para ganhar essas eleições”, encerra.

Em 2019, Joice Hasselmann teve mais de 1 milhão de votos e foi a mulher mais votada, em São Paulo. Em fevereiro de 2019, foi escolhida pelo presidente Jair Bolsonaro como a líder de seu governo no Congresso Nacional. A situação começou a mudar em outubro de 2019, quando Joice foi destituída da liderança do governo no Congresso. De lá para cá, são constantes as trocas de farpas nas redes sociais, principalmente com os filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) e o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar