Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Gabi Amaral celebra arte e superação no aniversário de 15 anos

A comemoração da data inspira lembretes importantes sobre causas sociais e ambientais

Por Analice Nicolau 23/09/2021 3h00
A comemoração da data inspira lembretes importantes sobre causas sociais e ambientais

Dizem que a luta pela vida começa muito cedo, antes mesmo de sermos um embrião. Para alcançarmos esse patamar, é preciso participar de uma corrida incessante, em que o mais obstinado, adaptativo e perseverante vence. O aniversário de 15 anos de Gabi Amaral acontece nesta sexta-feira, 24, e é uma celebração da vida, da arte e da luta pelas causas sociais e ambientais. 

Antigamente, existiam os bailes de debutantes, para apresentar uma dama à sociedade. Hoje, com o gradual avanço nos debates sociais, pode-se pensar essa comemoração como um rito que marca a passagem simbólica da menina à mulher. Desde cedo, Gabi Amaral se lança em projetos, atividades e conquistas avançadas para a sua idade, mas, mesmo assim, mantém a leveza da menina.

Os comunicadores e pais de Gabi, Patrícia Limeira e Paulo Amaral, contam que sempre tiveram o sonho de completar a família. Com a esperança da maternidade, que mais tarde veio a se aliar à carreira profissional, Patricia teve dificuldades para engravidar, devido ao diagnóstico de endometriose. 

O casal passou por vários tratamentos até concretizar o sonho. Depois de diversas tentativas, nasceu a estrela da família, Gabriela, considerada por Patrícia e Paulo como um “milagre”. Esse milagre veio em dose dupla dois anos depois com a chegada do Antônio, dessa vez, sem planejamento. 

O caminho da família passou por alterações significativas quando Gabi começou a enfrentar problemas de saúde. Depois de 18 anos morando em São Paulo, os cariocas tiveram que voltar para o Rio de Janeiro. Eles contam que a primogênita sofria com um quadro grave de asma e crises de bronquite, que eram agravadas com a poluição. O clima do Rio, uma cidade no nível do mar, possibilitou a recuperação plena de Gabi. 

Em 2015, ela começou a se aprofundar nas aulas de canto e de atuação. Para Patrícia, o fato da filha mais velha conseguir ingressar na carreira artística foi uma vitória. Cidade nova, vida nova, Patrícia conta que Gabi, aos dez anos de idade, começou a apresentar sua vocação para as artes cênicas e música, com a melhora dos problemas respiratórios. 


Gabi começa a gravar o primeiro single em outubro, uma canção muito especial, de Carlos Rennó, sobre a preservação da natureza, a importância do engajamento e do meio ambiente. Outros nomes importantes participam do projeto, como o diretor e sócio proprietário do selo CriDuChat, Gonçalo Vinha, o produtor Apollo 9, e o diretor de TV e criador de formatos Pedro Henrique Peixoto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A trajetória de Gabi foi sempre permeada por atividades com propósitos. A defesa apaixonada de causas e pontos de vista, por exemplo, foi o que influenciou Patricia Limeira e família a criar uma plataforma de jovens talentos que conciliasse arte e causas sociais e ambientais. Nesse sentido, ações são desenvolvidas não apenas para dar vazão ao sonho de adolescentes, mas para atuar, na prática, em questões importantes.








Você pode gostar