Menu
Analice Nicolau
Analice Nicolau

Equinix incrementa seu faturamento com uso da Inteligência Artificial

Em um mercado com previsão de crescer mais de 7% até 2028, ultrapassando o faturamento de US$ 3 bilhões de dólares, a tecnologia é grande aliada do setor

Analice Nicolau

26/02/2024 10h00

Atualizada 27/02/2024 17h12

A Equinix, empresa global de infraestrutura digital, detentora de 260 data centers no mundo e 10 mil clientes, atendendo, inclusive, provedores líderes de nuvem e TI, teve um crescimento vertiginoso em 2023.

A companhia possui seus data centers em 71 áreas metropolitanas, com mais de 462 mil interconexões implantadas. E, ainda, possui mais 49 construções em andamento no mundo todos, incluindo onze instalações de data center hyperscale, que atende em grande escala.

A receita anual da empresa, no ano passado, foi de US$ 8,2 bilhões de dólares, um crescimento de 13%, seguindo a tendência de incrementos dos últimos 21 anos, somando cerca de 17 mil negócios e mais de 5.900 clientes.

A tecnologia, especialmente, a Inteligência Artificial, impulsionou fortemente um investimento da empresa no Brasil, fazendo a companhia chegar a sete data centers em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“O investimento da companhia no País totalizou US$ 262 milhões de dólares, tendo como um dos principais motivadores a inteligência artificial, já que a Equinix é uma grande parceira de empresas que precisam de inovação, baixa latência, resiliência e segurança”, comenta o presidente da Equinix no Brasil, Eduardo Carvalho.
E a previsão da empresa é otimista, já que o mercado nacional de data centers deverá crescer e ultrapassar US$ 3 bilhões de dólares até 2028, impulsionada pela crescente demanda por serviços de data center, à medida que as empresas fazem a transição para a infraestrutura em nuvem, adotam tecnologias de IA e implementam a automação.

“Divulgamos um estudo anual com uma visão única sobre o crescimento e a transformação da economia digital, prevendo que para atender à demanda por tecnologias mais robustas para processar grandes volumes de dados de sistemas como Inteligência Artificial, 5G e computação de alto desempenho, os tomadores de decisão de TI estão se afastando ainda mais da estratégia de aquisição de recursos físicos e optando por modelos flexíveis baseados em assinatura. Até 2026, espera-se que 80% da infraestrutura digital empresarial opere por meio de um modelo baseado em assinatura. Esta mudança começou com a adoção acelerada de várias nuvens e, agora, está se tornando a norma em toda a infraestrutura, proporcionando às empresas maior modularidade em sua arquitetura de TI, sem abdicar da segurança e agilidade necessárias para garantir acesso a tecnologias mais eficientes. As organizações também estão se conectando com 30% mais parceiros de negócios no dobro de locais”, enfatiza o executivo.

ESG
A Equinix, além disso, possui diversos programas para atrair minorias, ampliar a diversidade na liderança, oferecer oportunidade de treinamento e iniciativas de bem-estar, pertencimento e engajamento com a comunidade, se alinhando com a pauta ESG.

“A Equinix conquistou a 8?ª posição entre as melhores empresas multinacionais para trabalhar com 100 a 999 colaboradores no Great Place to Work 2023, e 3?º lugar, Great Place to Work 2023 – Rio de Janeiro, na categoria Médias Empresas”, finaliza, orgulhoso, Eduardo.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado