Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Cris Arcangeli fala sobre sua história de vida e aconselha: “Saiba onde está sua paixão”

Cris Arcangeli é uma das maiores empresárias do Brasil, apresentadora, investidora e criadora do projeto Comunidades a 1000

Por Analice Nicolau 16/10/2021 4h00
Cris Arcangeli é uma das maiores empresárias do Brasil, apresentadora, investidora e criadora do projeto Comunidades a 1000

A administradora, Cris Arcangeli, esteve presente em um papo sobre empreendedorismo com Antonia Fontenelle em um novo projeto e contou detalhes de sua história de sucesso. “Eu sou dentista e estudei homeopatia na odontologia. Comecei a pensar por qual motivo eu conseguia salvar tantas coisas com as plantas. Eu vendi meu primeiro escritório por U$ 16 mil dólares e investi em uma marca de shampoo natural que não existia na época”, disse.

“Hoje eu sou investidora além de ter meus próprios negócios. Eu vejo que quando o olho daquele investidor brilha, ele vai dar certo. Os negócios não são maiores que as pessoas e as pessoas que tem o brilho no olhar e são nelas que eu invisto. Hoje em dia, eu tenho um projeto para empoderar mulheres no Brasil e para libertar elas”, contou.

A empresária disse como um empreendedor chega até ela e o que faz ela investir em um produto. “Quando o empreendedor consegue me encantar com um produto, pode levar três minutos para que eu feche um negócio. Existe uma auditoria que acontece depois que eu seleciono um projeto”, declarou.

Cris Arcangeli deu dicas para que as pessoas tenham empreendimentos de sucesso. “O mais importante quando você quer começar um negócio, é saber onde está a sua paixão. 80% das pessoas fazem o que não gostam. Se você já sabe onde está o seu sonho, estuda sobre ele. A pandemia trouxe novos mercados e dores antigas deixaram de existir. Empreendedor procura dores para achar soluções. Entenda sobre o mercado que você quer entrar. Agrega um jeito diferente de fazer. Todo mundo começou pequeno nesse mundo. Se o mercado tem demanda, se tem gente que quer comprar, quanto maior a dor, maior o preço. A margem deixa a gente fazer investimentos. A sua paixão, buscar oportunidades no mercado, tenha inovação e isso lhe dará um empreendimento próspero”, afirmou.








Você pode gostar