Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Consteladora Camilla Rodrigues explica como definir metas realistas para 2024

Cansado de não atingir seus objetivos anuais? A psicanalista e consteladora sistêmica, Camilla Rodrigues, explica como traçar metas eficazes para um ano de mudanças significativas

Por Analice Nicolau 08/12/2023 6h00

A cada virada de ano, as listas de metas voltam a fazer parte das conversas e se tornam uma verdadeira tradição. No entanto, muitas pessoas acabam se frustrando ao não realizar certos objetivos, os quais, muitas vezes, estão distantes das possibilidades e personalidade de cada um. Existe uma maneira de definir metas condizentes e que verdadeiramente promovam mudanças ao longo de 2024? Camilla Rodeigues, psicanalista e consteladora sistêmica, conta qual é a melhor forma de pensar nesses objetivos e evitar decepções.

Cansado de não atingir seus objetivos anuais? A psicanalista e consteladora sistêmica, Camilla Rodrigues, explica como traçar metas eficazes para um ano de mudanças significativas

Ela explica que a falta de autoconhecimento é uma das principais causas de frustração. Muitas pessoas não têm clareza sobre seus desejos na vida pessoal, profissional e nos relacionamentos, resultando em metas comuns e genéricas. A psicanalista enfatiza a importância de compreender quais são as prioridades, sonhos e construções desejadas para o período que se inicia. Além disso, ressalta a relevância da carga de agradecimento: “Todo ano, precisamos expressar gratidão pelo que passou, independentemente de ter alcançado todas as metas. Isso nos ajuda a encarar o novo ano com uma perspectiva positiva, iniciando-o com gratidão, pois só recebemos aquilo pelo qual já somos gratos”.

A psicanalista enfatiza a importância de compreender quais são as prioridades, sonhos e construções desejadas para o período que se inicia.

Ao inserir essa consciência no cotidiano, Rodrigues explica que as pessoas conseguem traçar metas realistas para 2024. Para aqueles que sentem que questões familiares estão bloqueando seu progresso, a constelação sistêmica oferece ensinamentos práticos: “Ao examinarmos os conflitos, podemos abordá-los de maneira diferente de nossos pais. Isso não implica necessariamente em fazer melhor, mas sim em fazer o nosso melhor, agindo de forma distinta e evitando repetir o que consideramos ser um problema”, explica. A consteladora também destaca a importância de compreender que os pais fizeram o que puderam, e é crucial expressar gratidão por todo esse processo para alcançar a paz no novo ano.

“Quando conseguimos alinhar relacionamento, trabalho e saúde, abrimos nossos olhos de maneira especial para 2024, com metas que se complementam e fazem sentido, nos ajudando a cumprir nossos desejos”.

Por fim, Camilla afirma que o fim do ano é carregado de reflexão e que as prioridades ao estabelecer objetivos variam de pessoa para pessoa. No entanto, algumas áreas da vida merecem a atenção de todos: “Quando conseguimos alinhar relacionamento, trabalho e saúde, abrimos nossos olhos de maneira especial para 2024, com metas que se complementam e fazem sentido, nos ajudando a cumprir nossos desejos”.






Você pode gostar