Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Analice Nicolau

Gorete Milagres só volta pra Praça se eu morrer, diz Carlos Alberto de Nóbrega

Por Analice Nicolau 29/07/2021 6h00
O apresentador falou sobre a polêmica e afastamento da atriz que interpretou a inesquecível Filó

Nesta quarta-feira (28), o humorista Rafinha Bastos entrevistou em seu podcast, “Mais Que 8 Minutos”, o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega, dono do banco mais conhecido do Brasil no programa “A Praça é Nossa”. Durante a conversa, Rafinha levantou um assunto polêmico: quem foi o pior e o melhor companheiro de gravação de Carlos Alberto?

”O melhor foi o Golias, em todos os sentidos. O Golias sempre dividiu o grande sucesso dele, me deu uma grande parte do sucesso dele, nunca deu trabalho, nunca chegou atrasado, só me deu alegrias. Me valorizou ao extremo, me renovou com vários contratos”, relembra saudosista.

”O pior foi a Gorete. A Gorete se deslumbrou e eu é que [a] trouxe, via Arnaud Rodrigues. E aconteceu uma coisa chata, nunca falei isso. Ela ia para a Globo, para ‘Os Trapalhões’. Ela fazia ‘A Praça [é Nossa]’. Isso eu digo pela vida de meus filhos: eu a levei na minha sala – eu era diretor do SBT – mostrei uma carta que Carlos Manga mandou para mim. ‘O Renato está precisando de textos, eu preciso que você mande alguns para mim, pode ser?’ [cita Carlos Alberto, relembrando conteúdo da carta]. E eu disse ‘não, eu não faço isso’. E guardei [a carta]”, conta o apresentador, dizendo que mostrou a carta para Gorete, alertando para que ela tomasse cuidado.

A situação passou e Carlos Alberto viajou para Bariloche, Argentina, e lá estava assistindo a Rede Globo em um domingo, quando Faustão anunciou a estreia da atriz na emissora . ”Falei para minha mulher: ‘e não é que ela foi embora?”.

E continua: ”quando eu cheguei [ao Brasil], fiquei sabendo que o Sílvio tinha ido à casa dela, feito uma proposta milionária para ela continuar [no SBT]. Uma das cláusulas que ela exigiu [para ficar] era não fazer ‘A Praça’. Ela se negou a fazer. Eu fiquei mil vezes mais chateado com o Silvio do que com ela, porque se ela não tem a responsabilidade, a humildade, o Silvio tem.

Então o Silvio deixar, foi muito pior do que ela pedir. Ela ficou, foi fazer o programa com Moacyr Franco e tirou o Moacyr do programa dele. Ontem o Marcelo [filho de Carlos Alberto] falou: ‘pai, olha aqui, ela pediu desculpa, disse que não é nada disso’, eu disse: ‘filho, no dia que eu morrer, se você sentar no meu lugar, você põe. Comigo vivo, ela nunca mais senta naquele banco”, conta Carlos Alberto, categórico.

”Não é que eu tenha raiva dela. Eu não quero trabalhar com ela. Quero que ela seja feliz. Quem não erra na vida? [Mas] não vai errar a segunda”, finaliza o apresentador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar