Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Após perder mais de 60KG, empresária cria projeto para incentivar mulheres a mudarem de vida

Isabela Felippe mudou de profissão e quer ajudar outras mulheres a se sentirem bem

Por Analice Nicolau 23/10/2021 2h00
Isabela Felippe mudou de profissão e quer ajudar outras mulheres a se sentirem bem

Há seis anos atrás, Isabela Felippe pesava 140 quilos, era casada e recebia R$1200 por mês. Há três anos, ela teve a vida transformada, perdendo peso, abrindo a própria empresa, sendo mãe solo de três crianças e criando ainda um projeto para ajudar outras mulheres.


Quem vê o sorriso no rosto de Isabela não imagina a luta que a empresária teve contra ela mesmo há alguns anos. Com três filhas para cuidar, sendo uma bebê, a engenheira percebeu que precisava perder peso para conseguir cuidar das crianças e ter certeza que veria elas crescendo, momento em que ela decidiu fazer a bariátrica.


“É muito complexo, quando você tem muito peso, você não consegue fazer nada com seu filho, nem levantar da cama e respirar direito. Eu fugi da cirurgia várias vezes porque sempre que eu ia fazer aparecida uma ‘fórmula milagrosa’ de emagrecimento. Eu fiz a bariátrica e perdi 65 quilos, mas depois comecei a engordar tudo de novo”, relembra Isabela.
A empresária chegou a pesar 105 quilos após ter feito a cirurgia. Enquanto isso tinha tudo para deixá-la para baixo, Isabela começou um processo de autoconhecimento e amor próprio. “Eu tinha uma briga muito grande comigo mesmo de aceitação. Aí antes de pensar em emagrecer, eu comecei a me aceitar da forma que eu estava, trabalhei minha autoestima. Depois disso perder peso foi uma consequência”.


Com isso, Isabela começou a querer aproveitar mais as filhas, pois antes ela trabalhava das 5h30 às 19h em uma construtora. No início, a empresária lutou muito e chegou a fazer até trabalhos de graça, mas hoje é um sucesso na área de marketing. A engenheira largou a profissão que se formou e abriu uma empresa para trabalhar através da internet.


Passando por tudo isso, Isabela tem o desejo hoje de ajudar outras mulheres. Foi com esse intuito que ela criou o projeto ‘Atrevida Isa’, que visa instruir outras mulheres a aumentar em 45% o faturamento. “A ideia não é nem ensinar, mas incentivar as mulheres que se atrevam a fazer o que elas querem fazer, para viver a maternidade que elas querem e mostrar que a liberdade delas não depende de ninguém”, finalizou.








Você pode gostar