Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

“Mataram meu pai em Maceió”, disse Rico em A Fazenda 13

O peão afirmou que o pai era alcoólatra

Por Analice Nicolau 11/10/2021 12h00
O peão afirmou que o pai era alcoólatra

Uma fala de Rico em ‘A Fazenda’ nesta semana chamou atenção do público. Ao falar sobre a família, ele disse que o pai foi morto em Maceió-AL. Ele não deu muitos detalhes sobre o ocorrido, provavelmente porque já afirmou que não tinha uma boa relação com o pai.


Em conversa com Rico, Gui Araújo se recordou de um momento em que Rico recebeu ameaças de uma peoa na casa e disse que pediria para a mãe dar um “pau” nela fora da casa. O ex-namorado de Anitta contou que viu a foto da mãe de Melquiades e questionou se ela é realmente barraqueira, o que foi confirmado pelo ex-MTV.


Durante a conversa, Gui também questionou Rico sobre o pai, pois o peão quase não fala sobre ele. Melquiades revelou que o genitor foi morto. “Mataram meu pai há quatro anos em Maceió”. O rapaz não entrou em muitos detalhes sobre como teria sido o assassinato, mas deixou o público chocado com a afirmação.


Logo depois, a conversa seguiu com Gui Araújo perguntando sobre outros parentes de Rico. Antes mesmo de entrar no reality, Melquiades já falava muito para os seguidores sobre o sofrimento que passou com o pai. Ele dizia que o pai era alcoólatra e foi muito ruim para toda a família.
“Ele chegava em casa, batia na minha mãe, desligava a energia para gente ficar no escuro quando chegava bêbado, aumentava o som para gente não dormir”. Com essas dificuldades que passava, o peão se uniu muito com a mãe e hoje são muito íntimos.








Você pode gostar