fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Nos pênaltis, Polônia bate Suíça e avança às quartas de final da Euro

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O primeiro confronto de oitavas de final da Eurocopa 2016 precisou das cobranças de penalidades máximas para definir o classificado. E nos pênaltis prevaleceu a eficiência da Polônia, que venceu por a Suíça por 5 x4, depois de um empate por 1 x 1 no tempo normal e na prorrogação.

Em um jogo movimentado e equilibrado, os poloneses saíram na frente no final do primeiro tempo, com um gol de Blaszczykowski. O empate da Suíça saiu na reta final da partida, quando a Polônia se encaminhava para a classificação. Shaqiri acertou um belo voleio e igualou o marcador.

Nos pênaltis, o erro de Xhaka definiu a partida em favor dos poloneses, que converteram todas as suas cobranças, com Lewandowski, Milik, Glik, Blaszczykowski e Krychowiak. Os suíços marcaram com Lichtsteiner, Shaqiri, Schär e Rodríguez, porém o erro de seu camisa 10 custou a classificação.

O jogo – A Suíça quase se complicou logo no início da partida. Com menos de um minuto, a Polônia teve a primeira chance a abrir o placar. Em saída errada da defesa suíça, Djourou recuou perigosamente para Sommer, que dividiu com Lewandowski dentro da área. A bola sobrou para Milik, que tentou a finalização por cobertura, mas mandou por cima do gol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polônia seguiu melhor no começo do jogo e criou mais uma oportunidade na marca de seis minutos. Após cruzamento da esquerda, Milik cabeceou para o gol, mas Sommer defendeu. A Suíça reagiu e chegou com perigo aos nove minutos. Shaqiri fez jogada pela esquerda e cruzou rasteiro na primeira trave. Dzemaili desviou, mas mandou na rede pelo lado de fora.
Os poloneses mantiveram a postura ofensiva, encurralando os suíços, que marcavam com todos os jogadores atrás da linha da bola. Apesar da pressão, a Suíça conseguia sair para o ataque, aproveitando os espaços deixados pelo adversário. Aos 24 minutos, Rodríguez avançou pela esquerda, arriscou de longe e assustou o goleiro Fabianski.

A Polônia voltou a levar perigo à meta defendida por Sommer aos 28 minutos. Milik cobrou escanteio e Krychowiak apareceu livre no meio da área para cabecear, mas errou o movimento e mandou para fora. Aos 30, Grosicki recebeu passe de Lewandowski e tentou encobrir o goleiro, porém a bola saiu pela linha de fundo. Na sequência, Milik aproveitou cruzamento da direita, dominou, ajeitou o corpo e finalizou, entretanto, jogou por cima.

A Suíça cresceu nos minutos finais do primeiro tempo e criou chances de marcar. Aos 34, após cobrança de escanteio, Schär cabeceou com liberdade e Fabianski fez a defesa. Em seguida, Dzemaili finalizou de meia distância, a bola desviou na zaga e Fabianski trabalhou de novo. Aos 38, porém, saiu o gol da Polônia. Grosicki puxou contra-ataque pela esquerda, tocou para a área, Milik fez o corta-luz e a bola sobrou para Blaszczykowski abrir o placar.

A partida voltou movimentada para o segundo tempo e logo no primeiro minuto a Suíça teve chance de empatar. Shaqiri cobrou escanteio, a bola foi desviada e zaga polonesa afastou na pequena área. A Polônia respondeu com Lewandowski, que em chute de bico obrigou Sommer a trabalhar. Os suíços voltaram a levar perigo aos seis minutos, em finalização de Shaqiri defendida por Fabianski. Os poloneses responderam outra vez com Blaszczykowski, que cortou para o meio e bateu de pé esquerdo, mas parou em Sommer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo seguiu equilibrado na etapa final, com oportunidades para os dois lados. Aos 25 minutos, Piszczek apareceu pelo meio e arriscou de canhota, assustando Sommer. Aos 28, Rodríguez cobrou falta no ângulo esquerdo de Fabianski, mas o goleiro foi lá buscar e fez grande defesa. Aos 33, Shaqiri acertou o travessão depois de pegar sobra de bola na área.
De tanto insistir, a Suíça chegou ao empate. Na marca de 36 minutos, Shaqiri marcou um golaço no Estádio Geoffroy Guichard. Após cruzamento da esquerda, a bola sobrou na entrada da área para o camisa 23 suíço, que acertou um belo voleio e deixou tudo igual, levando a decisão para a prorrogação.

O primeiro tempo da prorrogação foi morno, sem que as duas equipes criassem chances de gol. A Polônia teve mais a bola, porém era a Suíça quem buscava mais o ataque. Na única chegada mais incisiva, Shaqiri invadiu a área pela esquerda e tentou uma cavadinha para surpreender Fabianski, mas a bola subiu muito e foi para fora.

A Suíça pressionou na segunda etapa do tempo extra. Controlando a posse de bola e arriscando ofensivamente, os suíços buscaram o gol a todo o momento. Na melhor oportunidade, aos seis minutos, Shaqiri levantou para a área e Derdiyok cabeceou livre, mas Fabianski brilhou de novo e fez a defesa. O empate persistiu e a decisão foi para os pênaltis.

Nas penalidades, a Polônia converteu todas as suas cobranças, com Lewandowski, Milik, Glik, Blaszczykowski e Krychowiak e contou com o erro de Xhaka para garantir vaga na próxima fase da Euro. Lichtsteiner, Shaqiri, Schär e Rodríguez fizeram para a Suíça, mas não conseguiram evitar a eliminação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SUÍÇA (4) 1 X 1 (5) POLÔNIA

Local: Estádio Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne (França)

Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)

Assistentes: Simon Beck (Inglaterra) e Jake Collin (Inglaterra)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cartões amarelos: Schär e Djourou (Suíça); Jedrzejczyk e Pazdan (Polônia)

Gols: Blaszczykowski, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Shaqiri, aos 36 minutos do segundo tempo.

SUÍÇA: Sommer; Lichtsteiner, Schär, Djourou e Rodríguez; Behrami (Gelson Fernandes), Xhaka, Dzemaili (Embolo), Shaqiri e Mehmedi (Derdiyok); Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic

POLÔNIA: Fabianski, Piszczek, Glik, Pazdan e Jedrzejczyk; Krychowiak, Maczynski (Jodlowiec), Blaszczykowski e Grosicki (Peszko); Milik e Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade