fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Fagner espera pressão da torcida e quer tranquilidade dos companheiros

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O lateral direito Fagner, criado nas categorias de base do clube e atleta do Alvinegro desde o começo de 2014, assumiu o posto de líder do Corinthians neste Campeonato Brasileiro. O defensor, que chegou a ser capitão em algumas partidas, reconheceu o mau momento do time na competição, há três jogos sem vencer, e pediu que os jogadores se recuperasse rapidamente do 3 a 0 sofrido para o Grêmio, no domingo, em Porto Alegre.

“Faltou competência, tivemos chances claras contra o Grêmio, não conseguimos converter em gol. Ao jogar um jogo desse tamanho contra um time grande também você não pode se dar ao luxo de perder inúmeras oportunidades. Foi um resultado justo no fim”, analisou o defensor.

Fagner ressaltou a necessidade de uma vitória no próximo jogo da equipe, contra o Vitória, na segunda-feira, às 20h (de Brasília), no estádio do Itaquera. Para ele, é importante ressaltar que o Corinthians conseguiu se manter entre os primeiros mesmo somando apenas 6 dos últimos 18 pontos disputados.

“Estamos ali na briga, ficamos em quinto com a vitória do Santos. Acho que a hora é de tranquilidade, corrigir erros para que a gente consiga uma vitória importante no próximo jogo em casa. Isso vai ser fundamental para a gente reagir”, avaliou o camisa 23.

Para ele, os jogadores têm de ter consciência sobre a cobrança que receberão durante a semana, algo parecido com o que aconteceu após a derrota por 3 a 2 para o mesmo Vitória, no primeiro turno, quando alguns torcedores foram convidados a ir ao CT Joaquim Grava pelo presidente Roberto de Andrade. Na noite da última segunda, por exemplo, dezenas já foram ao Parque São Jorge reclamar da diretoria.

“Jogar no Corinthians a pressão sempre existe, tem que ter tranquilidade agora, procurar trabalhar, corrigir erros e só trabalhando que a gente via sair dessa situação. É difícil trabalhar na derrota, mas é nessas horas que vemos o verdadeiro vencedor”, concluiu.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade