Siga o Jornal de Brasília

Saúde

Por que especialistas consentem que a acupuntura é o melhor remédio para dores?

Como a milenar técnica chinesa de aplicação de agulhas na pele age no combate à dores crônicas

Publicado

em

Publicidade

Embora ainda desacreditada pela comunidade científica contemporânea, a acupuntura vem sendo utilizada como terapia há pelo menos 3000 anos, com diversas finalidades. A técnica consiste na ativação de pontos específicos da pele por meio do uso de agulhas especiais. Esses pontos são como encontros de diversos canais de energia que interligam o corpo todo, e sua ativação modifica o fluxo dessa energia, agindo como aliada tanto no combate à dores quanto no tratamento de doenças crônicas.

 

A análise de 29 estudos clínicos feita por cientistas da Memorial Sloan-Kettering Cancer Center (EUA), em 2012, mostrou os benefícios da acupuntura no combate à dor em casos crônicos de lombalgia, osteoartrite e cefaleia.

 

Qi e Xue: a relação entre energia e sangue

 

Para a medicina tradicional chinesa, o corpo humano é preenchido pela energia vital chamada Qi. Segundo o especialista na prática, Uvander Menezes Júnior, esta energia circula pelo corpo por canais específicos, chamados meridianos. “Obstruções no fluxo desta energia são indicativos ou mesmo geradores de dores e inflamações”, diz.

 

Ainda segundo o especialista, “A acupuntura tem o objetivo de balancear o fluxo de energia, seja levando mais dela para a região afetada ou fazendo circular grandes porções que estejam acumuladas”. Junto ao fluxo do Qi, acontece também alteração no fluxo do Xue, o sangue.

 

Em uma visão médica ocidental, a presença de um corpo estranho – as agulhas – levam a um maior fluxo de sangue para a região em que foram aplicadas. Esta alteração leva a consequente elevação na concentração e no fluxo de glóbulos vermelhos, uma resposta anti-inflamatória do corpo.

 

A aplicação das agulhas também faz com que o corpo eleve a produção de hormônios como cortisol, endorfina e dopamina, que promovem vasodilatação e efeito analgésico. Além disso, a presença de um corpo estranho leva o organismo a produzir histamina, substância vasodilatadora envolvida em processos bioquímicos de respostas imunológicas. 

 

Fundamental, mas não milagrosa

 

Apesar de todos os benefícios da acupuntura, ela não pode ser vista como forma exclusiva de tratamento para problemas de saúde. É importante lembrar que, além do tratamento das dores e das inflamações, é preciso adequar hábitos e, se necessário, preparar o corpo para a intensidade da rotina, com exercícios, boa alimentação e repouso adequado. Para a medicina tradicional chinesa, manter o corpo em equilíbrio é a melhor forma de preservar a saúde.


Você pode gostar
Publicidade