Siga o Jornal de Brasília

Promoções

Quem tem fome vai ao Roma



O ex-czar da economia nacional Delfim Netto sempre pedia o filé à Chateubriand (R$ 37,90), um filé de 400 gramas mal passado com ervilha, batata palha e molho de champignon. Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na época da Constituinte, em 1988, quando era então deputado federal não abria mão das massas. E, todos os escalões do governo militar passavam todas as madrugadas para tomar a canja de galinha (R$ 18,90).

Essa é a história da gastronomia do restaurante Roma, cujo proprietário Simon Pitel, um belga de 61 anos, completou 40 anos à frente da casa, na última quarta-feira, dia 31 de março, data do golpe militar. “Eu era um aventureiro. Tinha apenas 21 anos quando cheguei a Brasília”, relembra Pitel, contando que o restaurante tem 44 anos. “É o mais antigo de Brasília”, garante.

Tudo no menu é farto. Tanto que os pratos, além de servir bem duas pessoas, ainda trazem o peso de todas as carnes.

O filé de frango tem 360 gramas e acompanha uma supersalada e ainda uma porção de arroz com brócolis (R$ 28). O filé à parmegiana (R$ 32,90), um dos pratos mais pedidos do restaurante, tem in natura 320 gramas. “Quando é passado à milanesa e complementado com o queijo e o presunto o peso sobe para 600 gramas”, contabiliza Simon Pitel.

Para beber, o proprietário sugere o vinho da casa. Servido em uma jarrinha de 400ml sai a R$ 4,80. Um aniversário que merece ser comemorado.

Você pode gostar
Publicidade

Promoções

Quem tem fome vai ao Roma



O ex-czar da economia nacional Delfim Netto sempre pedia o filé à Chateubriand (R$ 37,90), um filé de 400 gramas mal passado com ervilha, batata palha e molho de champignon. Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na época da Constituinte, em 1988, quando era então deputado federal não abria mão das massas. E, todos os escalões do governo militar passavam todas as madrugadas para tomar a canja de galinha (R$ 18,90).

Essa é a história da gastronomia do restaurante Roma, cujo proprietário Simon Pitel, um belga de 61 anos, completou 40 anos à frente da casa, na última quarta-feira, dia 31 de março, data do golpe militar. “Eu era um aventureiro. Tinha apenas 21 anos quando cheguei a Brasília”, relembra Pitel, contando que o restaurante tem 44 anos. “É o mais antigo de Brasília”, garante.

Tudo no menu é farto. Tanto que os pratos, além de servir bem duas pessoas, ainda trazem o peso de todas as carnes.

O filé de frango tem 360 gramas e acompanha uma supersalada e ainda uma porção de arroz com brócolis (R$ 28). O filé à parmegiana (R$ 32,90), um dos pratos mais pedidos do restaurante, tem in natura 320 gramas. “Quando é passado à milanesa e complementado com o queijo e o presunto o peso sobe para 600 gramas”, contabiliza Simon Pitel.

Para beber, o proprietário sugere o vinho da casa. Servido em uma jarrinha de 400ml sai a R$ 4,80. Um aniversário que merece ser comemorado.

Você pode gostar
Publicidade