Siga o Jornal de Brasília

Promoções

Momentos importantes

Publicado

em

Advertisements

A primeira aparição de Rodrigo Santoro na tevê foi uma participação em Olho no Olho (1993), onde vivia Pedro. Mas o primeiro papel de destaque veio em Pátria Minha (1994). Recém-saído da Oficina de Atores da Globo, o ator fez Nando.

Santoro considera Hilda Furacão (1998) seu “divisor de águas” na tevê. Ele interpretou o frei Malthus, que sofre ao se apaixonar pela prostituta vivida por Ana Paula Arósio.

O ano de 2001 começou com Santoro como o playboy Carlos Charles de Estrela Guia, ao lado da protagonista Sandy. Por Bicho de Sete Cabeças, filme de Laís Bodanzki que lhe deu o papel de um garoto internado por fumar maconha, o ator recebeu oito prêmios internacionais. No mesmo ano, viveu Tonho, um jovem obrigado a vingar a morte do irmão, em Abril Despedaçado. No ano passado, Rodrigo filmou a seqüência de As Panteras. Em seu papel – o do vilão Emmers –, ele aparece em cenas junto com a personagem de Demi Moore. Como em Carandiru, Santoro se incomodou com a expectativa em cima de seu desempenho: “Não sou o protagonista da trama. Minha participação é pequena. Não quero que cresça uma expectativa”. Eis aí outro diferencial do ator: diferentemente de tantos que povoam o mundo mágico da televisão, ele é humilde.


Você pode gostar
Publicidade

Promoções

Momentos importantes

Publicado

em

Advertisements

A primeira aparição de Rodrigo Santoro na tevê foi uma participação em Olho no Olho (1993), onde vivia Pedro. Mas o primeiro papel de destaque veio em Pátria Minha (1994). Recém-saído da Oficina de Atores da Globo, o ator fez Nando.

Santoro considera Hilda Furacão (1998) seu “divisor de águas” na tevê. Ele interpretou o frei Malthus, que sofre ao se apaixonar pela prostituta vivida por Ana Paula Arósio.

O ano de 2001 começou com Santoro como o playboy Carlos Charles de Estrela Guia, ao lado da protagonista Sandy. Por Bicho de Sete Cabeças, filme de Laís Bodanzki que lhe deu o papel de um garoto internado por fumar maconha, o ator recebeu oito prêmios internacionais. No mesmo ano, viveu Tonho, um jovem obrigado a vingar a morte do irmão, em Abril Despedaçado. No ano passado, Rodrigo filmou a seqüência de As Panteras. Em seu papel – o do vilão Emmers –, ele aparece em cenas junto com a personagem de Demi Moore. Como em Carandiru, Santoro se incomodou com a expectativa em cima de seu desempenho: “Não sou o protagonista da trama. Minha participação é pequena. Não quero que cresça uma expectativa”. Eis aí outro diferencial do ator: diferentemente de tantos que povoam o mundo mágico da televisão, ele é humilde.


Você pode gostar
Publicidade