fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Promoções

A dama do mistério

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com histórias cheias de mistério e crimes, daquelas que o leitor não consegue largar, ela se tornou a escritota mais bem-sucedida do século XX. Seus livros alcançaram a incrível marca de 1 bilhão de cópias vendidas em lingua inglesa e outro bilhão em traduções para 45 idiomas. Não e à toa que a escitora inglesa Aghata Christie (1890-1976) é considerada a “grande dama do romance policial”.

Seus livros foram popularizados no Brasil em edições baratas, em papel-jornal, vendidas em bancas de revistas. Agora, a Editora Nova Fronteira está relançando as melhores histórias da autora com texto revisado e novo projeto gráfico.

Assassinato no Beco (1937) reúne quatro histórias curtas que tem a presença do detetive belga Hercule Poirot, personagem que mais aparece nos livros de Aghata Christie. O Detetive Parker Pyne (1934) é o único livro inteiramente dedicado ao curioso personagem. É nesse livro que aparece pela primeira vez a personagem Ariadne Oliver, escritora de romances policiais, considerada alter-ego de Aghata Christie em suas histórias.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Promoções

A dama do mistério

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com histórias cheias de mistério e crimes, daquelas que o leitor não consegue largar, ela se tornou a escritota mais bem-sucedida do século XX. Seus livros alcançaram a incrível marca de 1 bilhão de cópias vendidas em lingua inglesa e outro bilhão em traduções para 45 idiomas. Não e à toa que a escitora inglesa Aghata Christie (1890-1976) é considerada a “grande dama do romance policial”.

Seus livros foram popularizados no Brasil em edições baratas, em papel-jornal, vendidas em bancas de revistas. Agora, a Editora Nova Fronteira está relançando as melhores histórias da autora com texto revisado e novo projeto gráfico.

Assassinato no Beco (1937) reúne quatro histórias curtas que tem a presença do detetive belga Hercule Poirot, personagem que mais aparece nos livros de Aghata Christie. O Detetive Parker Pyne (1934) é o único livro inteiramente dedicado ao curioso personagem. É nesse livro que aparece pela primeira vez a personagem Ariadne Oliver, escritora de romances policiais, considerada alter-ego de Aghata Christie em suas histórias.


Leia também
Publicidade