fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

“William Bonner, sem vergonha, vai ter seringa para todo mundo”, diz Bolsonaro

Presidente também criticou recomendações do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Avatar

Publicado

em

Fotos: Marcos Corrêa/PR e Reprodução/Redes sociais
PUBLICIDADE

Em conversa com apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro chamou o jornalista William Bonner de ‘sem vergonha’ e ‘canalha’. O chefe do executivo também criticou o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

“Pessoal da imprensa, sem vergonha, William Bonner, sem vergonha, vai ter seringa para todo mundo. William Bonner, por que seu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar, mesmo. Quase 3 bilhões de reais por ano para a imprensa e grande parte para vocês, acabou”, disse o presidente.

Na sequência, ele chamou o apresentador do Jornal Nacional, da TV Globo, de canalha.

“Agora estão dizendo que vai faltar seringa para outras doenças. São canalhas. Bonner, você é o maior canalha que existe, William Bonner. São canalhas. O tempo todo mentindo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro também criticou as recomendações do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e voltou a citar o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença.

“Aqui o pessoal fala que não pode, mas vai oferecer o quê? Vão dar uma de Mandetta? Quando tiver falta de ar vai para o hospital? Ô, Mandetta, fazer o que no hospital se não tem remédios?”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade