fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Weintraub acusa universidades federais de plantar maconha e produzir metanfetamina

No entanto, durante o vídeo divulgado de parte da entrevista, ele não apresentou provas e não nomeou universidades em que acontecem os fatos

Aline Rocha

Publicado

em

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
PUBLICIDADE

Da Redação
redaçã[email protected]

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou, sem apresentar provas, que existem “plantações extensivas de maconha” nas universidades federais, sendo preciso “de borrifador de agrotóxico”. As declarações foram dadas em entrevista ao “Jornal da Cidade Online”.

“Você tem plantações de maconha, mas não são três pés de maconha, são plantações extensivas de algumas universidades, a ponto de ter borrifador de agrotóxico. Porque orgânico é bom contra a soja para não ter agroindústria no Brasil, mas na maconha deles eles querem toda tecnologia à disposição”, afirmou o ministro.

Ele também acusou laboratórios de química de produzirem metanfetamina. No entanto, durante o vídeo divulgado, ele não apresentou provas e não nomeou universidades em que acontecem os fatos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para finalizar, ele dissse que as universidades são “madraças de doutrinação” e defende a diminuição do “poder absoluto e hegemônico”.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade