fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Sérgio Camargo acusa deputada Benedita da Silva de injúria racial

Por meio de suas redes sociais, a candidata à prefeitura do Rio de Janeiro chamou o presidente da fundação de “capitão do mato”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Na tarde desta quinta-feira (1º) a deputada federal Benedita da Silva reagiu após o presidente da Fundação Zumbi dos Palmares, Sérgio Camargo, retirar seu nome da lista de Personalidades Negras nessa quarta-feira (30).

Por meio de suas redes sociais, a candidata à prefeitura do Rio de Janeiro chamou o presidente da fundação de “capitão do mato”. “Ainda hoje fui surpreendida por uma decisão arbitrária do capitão do mato que preside, a mando de Bolsonaro, a Fundação Palmares, que deveria preservar a memória e a cultura do povo negro, mas está fazendo o contrário”, disse Benedita.

Após a publicação de Benedita, Camargo comunicou, também por meio das redes sociais, que vai acionar a candidata na justiça, já que considera o xingamento como uma injúria racial.

“Benedita da Silva me chama de ‘capitão do mato’, expressão que, no entendimento da Justiça, configura injúria racial. Levarei as declarações da deputada à análise do meu advogado”, afirmou. Ele fez menção, ainda, a uma situação envolvendo Ciro Gomes e o vereador Fernando Holiday.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade