fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Sara Winter é expulsa do DEM

Em nota, o partido afirmou que repudia “quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e às instituições brasileiras”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A ativista Sara Fernanda Giromini, conhecida como Sara Winter, foi expulsa do partido Democratas (DEM) nesta terça-feira (2). 

Em nota, o DEM justificou a expulsão pelo fato de Sara ter feito ameaças à democracia brasileira nos últimos dias. A ativista se revoltou após ter sido alvo da Polícia Federal no Inquérito das Fake News, do Supremo (STF).

“O Democratas repudia, de forma veemente, quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado de Direito, ao Regime Democrático e às instituições brasileiras”, informou o partido.

300 do Brasil

Bolsonarista, Sara é líder do movimento 300 do Brasil, que está acampado na Esplanada dos Ministérios há cerca de um mês. No último sábado (30), o grupo fez um ato em frente ao Congresso Nacional com máscaras e tochas, entoando cantos de extrema-direita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na semana passada, Sara fez ameaças públicas ao ministro do STF Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito que investiga produção e disseminação de informações falsas e que atacam o Supremo e a democracia brasileira.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade