fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

PT pede a prisão do ministro Sergio Moro

Partido acusa o ex-juiz de interferir em investigações e cometer abuso de autoridade

Willian Matos

Publicado

em

REUTERS/Adriano Machado
PUBLICIDADE

Willian Matos
[email protected]

Nesta sexta-feira (26/7), o Partido dos Trabalhadores (PT) pediu à Procuradoria-Geral da República (PGR) o afastamento e a perda do cargo do ministro da Justiça, Sergio Moro. O partido acusa o ex-juiz de interferir nas investigações da Operação Spoofing.

O PT protocolou documento junto a PGR assinado pela presidente Gleisi Hoffmann e pelos deputados Paulo Pimenta (RS) e Humberto (PE). Nele, o partido traz os argumentos de que, ao saber do vazamento de mensagens do celular de autoridades e ao ter ligado para os colegas alertando sobre a invasão, Moro teria ultrapassado os limites como ministro e invadido as competências da Polícia Federal, cometendo abuso de autoridade e violação de sigilo funcional.

O documento protocolado exige o pagamento de multa pelo ministro, prisão entre dez dias e seis meses, perda do cargo e afastamento de funções públicas por até três anos.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade