fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

PT decide apoiar Baleia contra Arthur Lira na Câmara

A sigla se junta ao PSB, PDT, PCdoB e Solidariedade que já manifestaram seu apoio ao parlamentar

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Guilherme Gomes
[email protected]

Após o Superior Tribunal Federal barrar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM) e Davi Alcolumbre (DEM) para a presidência da Câmara dos Deputados e Senado, respectivamente, as movimentações no congresso ficaram ainda maior para os apoios dos respectivos candidatos das casas.

Após uma rigorosa reunião na tarde desta segunda-feira (4), o Partido dos Trabalhadores (PT) demorou, mas decidiu apoiar Baleia Rossi (MDB), candidato apoiado por Maia para a Câmara dos Deputados. A sigla se junta ao PSB, PDT, PCdoB e Solidariedade que já manifestaram seu apoio ao parlamentar. A informação foi confirmada pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann.

Para o apoio do PT, o partido quer que Baleia Rossi dê atenção para as pautas sociais, como a prorrogação do auxílio emergencial e um possível aumento para os beneficiários do Bolsa Família. Além desses pedidos, a sigla quer a análise dos pedidos de impeachment de Bolsonaro que já foram impetrados na casa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na área econômica, o Partido dos Trabalhadores pediu que Baleia não inclua a privatização das estatais e a autonomia do Banco Central sobre pautas do meio ambiente.

Por outro lado, o candidato do governo e um dos principais articuladores do Centrão, Arthur Lira (PP) tem apoio do partido Republicanos e PTB.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eleição na Câmara

De acordo com a agência Câmara, o deputado deverá digitar o código do candidato dentro das cabines no Plenário.  O processo de votação só começa com o quórum mínimo de 257 deputados, ou seja, a metade + 1 da quantidade total de parlamentares.

A partir daí, cada deputado escolhe os candidatos de sua preferência para os seguintes cargos em disputa: Presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 4 secretários e 4 suplentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ser eleito no primeiro turno, o deputado precisa ter a maioria absoluta dos votos, isto é, 257 deputados votando à favor dele. Se isso não ocorrer os dois mais votados disputam um segundo turno. Caso aconteça um empate, assume o candidato com mais idade.

O mandato é de dois anos, sem a possibilidade de reeleição no mesmo mandato.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade