fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

PSDB e MDB no Senado decidem por unanimidade apoiar vetos a orçamento impositivo

O MDB tem 14 senadores e reúne a maior bancada na Casa. A sessão do Congresso Nacional para analisar os vetos estava marcada para as 14 horas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A bancada do MDB no Senado decidiu, por unanimidade, apoiar a manutenção dos vetos presidenciais ao projeto que obriga o governo a pagar todas as emendas parlamentares indicadas neste ano. O MDB tem 14 senadores e reúne a maior bancada na Casa. A sessão do Congresso Nacional para analisar os vetos estava marcada para as 14 horas.

A bancada do PSDB no Senado – que reúne sete parlamentares – também decidiu, por unanimidade, apoiar a manutenção dos vetos presidenciais ao projeto que obriga o governo a pagar todas as emendas parlamentares indicadas neste ano.

O posicionamento não depende do projeto a ser enviado pelo governo para regulamentar orçamento impositivo, afirmou o líder do MDB na Casa, Eduardo Braga (AM).

Os vetos são derrubados somente quando há no mínimo 257 votos na Câmara e 41 votos no Senado. Com o crescimento da quantidade de senadores favoráveis aos vetos, a derrubada, que também depende dos deputados, fica mais difícil.

A sessão do Congresso Nacional para analisar os vetos começou às 14h30. Parlamentares aguardam, no entanto, o governo enviar um novo projeto de lei regulamentando o orçamento impositivo para só então iniciar a votação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os vetos são derrubados somente quando há no mínimo 257 votos na Câmara e 41 votos no Senado. Com o crescimento da quantidade de senadores favoráveis aos vetos, a derrubada, que também depende dos deputados, fica mais difícil.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade