fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

PF mira organização criminosa que ‘aparelhou o Estado’ do Tocantins

Aproximadamente 50 policiais cumprem dez mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária em Palmas

Lindauro Gomes

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

A Polícia Federal está nas ruas do Tocantins nesta quarta-feira, 6, para combater uma organização criminosa suspeita de manter um “sofisticado esquema para a prática constante e reiterada de atos de corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de recursos e lavagem de capitais”, além de atos de intimidação “contra profissionais da imprensa”.

Aproximadamente 50 policiais cumprem dez mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária em Palmas. Todos os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal no Tocantins.

As informações estão disponíveis no site da assessoria de comunicação da PF.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As investigações apontaram “esquemas criminosos ligados a pessoas influentes no meio político do Tocantins” que teriam “aparelhado o Estado” com cargos comissionados estratégicos “para desviar recursos públicos”.

Além da obtenção de novas provas, a PF espera interromper as ações criminosas, identificar e recuperar ativos frutos dos desvios, além de resguardar a aplicação da lei penal, a segurança de possíveis testemunhas e o livre trabalho da imprensa.

A Operação foi batizada “Replicantes”, tendo em vista que a organização criminosa movimentou dezenas de milhões de reais por meio de uma empresa gráfica.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade