fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

OAS deve devolver a Lula os valores pagos pelo triplex

Aline Rocha

Publicado

em

Lula
PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A construtora OAS será obrigada a devolver os valores que o ex-presidente Lula pagou para a aquisição de um imóvel no condomínio Solaris, no Guarujá (SP), onde fica o triplex responsável pela condenação do político na operação Lava Jato. A determinação foi feita pela Justiça de São Paulo.

A Justiça de São Paulo determinou que a construtora OAS devolva ao ex-presidente Lula valores que foram pagos pela aquisição de um imóvel no condomínio Solaris, em Guarujá (SP), onde fica o tríplex que originou a condenação do petista na Lava Jato.

Lula e a mulher, Marisa Letícia, que faleceu em 2017, desembolsaram R$ 179 mil em cotas de um imóvel no edifício, entre 2005 e 2009. O triplex começou a ser construído pela cooperativa Bancoop e, posteriormente, foi assumido pela OAS.

A Lava Jato avalia que a direção da OAS cometeu corrupção ativa ao reservar um apartamento triplex, de um valor muito superior ao das cotas pagas, para o ex-presidente. A defesa do petista afirma que as cotas davam direito a um apartamento menor e nega que Lula tenha aceitado assumir o triplex.

O juiz da 34ª Vara Cível de São Paulo, Adilson Aparecido Rodrigues Cruz, determinou que os valores pagos devem ser devolvidos ao ex-presidente. Os advogados de defesa de Lula haviam entrado com pedido de restituição das quantias apenas em 2016. A decisão, expedida na quinta-feira (25), é de primeira instância e cabe recurso. A OAS entrou em recuperação judicial após a eclosão da Lava Jato.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade