fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Novo relator do inquérito de Bolsonaro é Alexandre de Moraes

O ministro Luiz Fux já havia determinado a redistribuição da matéria 4831 que estava sob a relatoria do ministro Celso de Mello

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O inquérito que apura suposta interferência na Polícia Federal por parte do presidente Jair Bolsonaro terá o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), como novo relator.

O ministro Luiz Fux já havia determinado a redistribuição da matéria 4831 que estava sob a relatoria do ministro Celso de Mello.

O pedido de redistribuição foi feito há uma semana, e foi feita pelo sistema eletrônico do STF. Por ser presidente do STF, Fux ficou de fora do sorteio.

Assim, fica impedido que o indicado por Bolsonaro para a vaga de Celso de Mello, Kassio Marques, mesmo que seja aprovado na sabatina desta quarta-feira (21), fique com a relatoria do inquérito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O processo está relacionado com as acusações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, em que Bolsonaro o pressionou para que mudasse o comando de superintendências da Polícia Federal, além de pedir o compartilhamento de relatórios de inteligência da PF.

Moro alegou preocupação a troca no comando da PF por considerar que se tratava de uma interferência política do presidente da República.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade