fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

“Não acho que a lei seja o problema”, afirma Maia sobre soltura de André do Rap

“O problema é a decisão”, afirmou Maia, sem entrar no mérito. “Cabe ao Judiciário avaliar e refletir sobre as suas decisões”

Avatar

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
PUBLICIDADE

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), falou nesta terça-feira (13) sobre o caso de André do Rap, traficante do PCC que atuava na Baixada Santista e que foi solto pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello. Maia acredita que a lei não seja o problema neste caso.

“Tirando esse caso, que é um caso muito ruim e gera muita comoção da sociedade, a gente pode ter milhares de casos de pessoas que ficam presas anos sem nenhum tipo de análise, principalmente as pessoas mais pobres que não têm advogados”, declarou Maia, em entrevista à CNN.

“Não dá para transferir para a lei um problema que é do Judiciário, que é do Ministério Público. A lei já existia, todos sabiam”, afirmou. “Não acho que a lei seja o problema, o problema é a decisão, que eu não quero entrar nela porque cabe ao Judiciário avaliar e refletir sobre as suas decisões.”

No sábado (10), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, suspendeu a decisão do também ministro Marco Aurélio Mello que mandava soltar André Oliveira Macedo. A decisão de Fux foi tomada a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). André do Rap, no entanto, está foragido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade