fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Mourão: Salles não se referia apenas ao meio ambiente em reunião ministerial

Sem muitas explicações, Mourão afirmou que estão “procurando colocar Salles em uma melhor posição do que ele vem tendo”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O vice-presidente, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira (14), que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sofre por decisões que foram tomadas no passado e destacou que a fala do titular da pasta na reunião de 22 de abril, sobre “ir passando a boiada” durante a pandemia da covid-19, era a respeito medidas infralegais, e não se restringia a questões ambientais.

“O ministro Salles sofre por, digamos assim, algumas decisões que foram tomadas no passado e não foram as melhores”, disse a senadores, em audiência por videoconferência. “Também por aquela observação que ele fez durante reunião ministerial, que, na minha visão, se referiu a medidas infralegais, e que abrangesse não só a área do Meio Ambiente.”

Sem muitas explicações, Mourão afirmou que estão “procurando colocar Salles em uma melhor posição do que ele vem tendo”. Ressaltou ainda que a decisão sobre os ministros é do presidente Jair Bolsonaro e que, por enquanto, o titular da pasta do Meio Ambiente desfruta da confiança do chefe do Executivo.

Indígenas

Mourão afirmou que a Secretaria Especial de Saúde tem um orçamento “muito bom” para prestar assistência básica à população indígena. De acordo com ele, são R$ 1,6 bilhões destinados para a área. “Desde que seja bem utilizado, não haja desperdício ou o bichinho da corrupção o alcance, temos condições de estabelecer medidas”. Entretanto, Mourão reconheceu que há um desfalque no quadro pessoal da Fundação Nacional do Índio (Funai).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade