fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Manifestações pró-Bolsonaro e pró-democracia não poderão ser no mesmo local ao mesmo tempo, diz Doria

No domingo, dois atos acontecerem ao mesmo tempo: um em favor de Bolsonaro e que levava bandeiras neofascistas, e outro que reuniu torcidas organizadas de clubes paulistas com bandeiras antifascistas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

João Gabriel
São Paulo, SP

Após a Polícia Militar agir para dispersar as manifestações na avenida Paulista no último domingo (31) -que teve atos em favor de Jair Bolsonaro (sem partido) e a favor da democracia, críticos ao presidente-, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que atos contra e a favor do governo não deverão mais acontecer no mesmo local e ao mesmo tempo.

“Estamos em acordo com a Prefeitura [da cidade de São Paulo] para que, a partir de agora, não tenhamos mais duas manifestações no mesmo local, no mesmo horário, no mesmo dia”, afirmou nesta segunda-feira (1º).

No domingo, dois atos acontecerem ao mesmo tempo: um em favor de Bolsonaro e que levava bandeiras neofascistas, e outro que reuniu torcidas organizadas de clubes paulistas com bandeiras antifascistas. A Polícia Militar entrou em confronto com o grupo crítico do governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Doria, a ação policial evitou um confronto entre os dois grupos. Ele afirmou ainda que confrontos enfraquecem a democracia e justificam o discurso autoritário de quem defende a volta da ditadura militar no Brasil.

“Já vivemos a pior crise de saúde do século, a mais grave crise social, a mais grave crise econômica e agora, a maior agressão à democracia desde a ditadura em 1964”, completou.

As informações são da FolhaPress


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade