Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Inquérito de fake news e ofensas contra STF é arquivado

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, informou que o inquérito instaurado por Dias Toffoli para apurar fake news sobre o Supremo Tribunal Federal foi arquivado. A manifestação foi enviada ao ministro Alexandre de Moraes nesta terça-feira (16).

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão expedidos pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes em três estados nesta manhã. São sete investigados no inquérito que apura falsas notícias e ataques contra integrantes da Corte. O general Paulo Chagas, ex-candidato pelo PRP ao Governo do Distrito Federal (GDF), foi um dos alvos da ação. Durante a ação, o notebook do general foi apreendido.

O inquérito que deu origem à ação tem como objetivo apurar supostas fake news contra a Corte e ministros. O militar teria, supostamente, difundido informações contra a honra dos magistrados, além de sugerir o fechamento do STF. Moraes mandou bloquear contas das redes sociais de todos os suspeitos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA