fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Governadores chegam ao Planalto conversar com Pazuello sobre vacinação contra a covid-19

Ministro começa a sofrer pressão, dada a movimentação de alguns institutos relacionados às vacinas contra a doença

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Governadores foram ao Palácio do Planalto nesta terça-feira (8) para reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a vacinação contra a covid-19 no país. Enquanto alguns se reunião pessoalmente, outros acompanharão o encontro por meio de videoconferência.

Wellington Dias (PT), do Piauí; Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte; Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco; Gladson Cameli (PP), do Acre; Helder Barbalho (MDB), do Pará; e Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, conversam pessoalmente com Pazuello.

A movimentação ganhou força após o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), anunciar, na segunda-feira (7), que deve começar no dia 25 de janeiro de 2021 a vacinação no estado. São Paulo usará a vacina coronavac, produzida pela chinesa Sinopec no Instituto Butantan.

Também entra em pauta o fato de, nesta terça (8), o Reino Unido começar a vacinar a população, usando a vacina americana Pfizer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diante do avanço em outras frentes, os governadores pressionam Pazuello a comprar vacinas de outros laboratórios, o que é alvo de resistência de Jair Bolsonaro, que já declarou que o Brasil não compraria a vacina chinesa.

No fim de semana, os conselhos de secretários estaduais e municipais de saúde divulgaram uma carta aberta, em que defendem que todas vacinas que tenham segurança e eficácia devem ser empregadas e que o governo deve comandar a organização para a compra de materiais e a estratégia de vacinação.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade