fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Flávio Bolsonaro é processado por publicar foto de crianças sem autorização

Crianças possuem 11 e 8 anos e tiveram a imagem exposta junto a um texto de cunho político anexado pelo parlamentar

Avatar

Publicado

em

Foto: Agência Senado
PUBLICIDADE

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) responderá na Justiça por ter compartilhado a imagem de duas crianças sem a autorização dos pais. Na imagem, elas aparecem com os dizeres “ele não” pintado nos rostos. 

As crianças possuem 11 e 8 anos e tiveram a imagem exposta junto a um texto de cunho político anexado pelo parlamentar. Nessa terça-feira (14), Flávio apagou a postagem, que foi publicada no dia 30 de junho. A foto foi tirada em 2018 e postada na rede social do parlamentar, sem a autorização dos pais das crianças.

“No dia que seu filho se tornar militante contra a fé, porque foi doutrinado da escola ou na universidade, tendo sua mente sequestrada pelo marxismo cultural, você entenderá que a luta não era por um presidente, mas por um Brasil livre”, escreveu Flávio.

Após o post ter sido retirado, a família iniciou uma nova parte do processo, que busca a reparação pelos danos causados às crianças. De acordo com o advogado da família das crianças, Carlos Nicodemos, a postagem foi compartilhada 60 mil vezes e recebeu diversos comentários agressivos, direcionados aos menores. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O senador justifica, em nota, que a foto havia sido publicada na revista Exame e repercutia livremente na internet. 

“As crianças foram usadas publicamente pelos próprios pais para ato político contrário ao governo, portanto, a defesa do Senador entende que não há óbice no compartilhamento da mesma”, relatou Flávio.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade