fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Em 2ª reunião com Anvisa, Butantan não faz pedido uso emergencial da Coronavac

“A Anvisa continuará a avaliação, após a submissão formal do processo com as informações globais de eficácia e segurança da vacina”, apontou a agência

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
Após mais uma reunião nesta quinta-feira (7) com técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Instituto Butantan decidiu ainda não fazer o pedido formal de autorização de uso emergencial da Coronavac, informou o órgão regulador em nota.

Mais cedo, na entrevista coletiva em que se anunciou a eficácia de 78% da vacina contra a covid-19 desenvolvida em parceria com a Sinovac, o presidente do Butantan, Dimas Covas, havia dito que a formalização do pedido poderia ser feita ainda hoje ou amanhã (8), a depender do desenrolar da segunda reunião com a Anvisa.

“A Anvisa continuará a avaliação, após a submissão formal do processo com as informações globais de eficácia e segurança da vacina”, apontou a agência.

Na coletiva, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que a Coronavac teve eficácia de 78% na prevenção de casos leves da covid-19 e de 100% na prevenção de internações e casos graves. No entanto, apesar de jornalistas terem feito pedidos neste sentido, as autoridades paulistas não apresentaram números detalhados do estudo final com voluntários.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade