fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

“Desejo que vocês terminem no inferno”: Weintraub ataca Dráuzio Varella e Rede Globo

Weintraub e o deputado Eduardo Bolsonaro propuseram, aos seus seguidores, um boicote à emissora. Polêmica envolve a mulher trans Suzy

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, atacou o médico Drauzio Varella, após polêmica envolvendo a transexual Suzy durante reportagem do programa Fantástico da semana passada. Suzy é protagonista de um boato que diz que a mulher trans foi condenada por estuprar e matar uma criança de nove anos, algo ainda não comprovado. 

Após o caso viralizar nas redes sociais e dividir opiniões dos internautas entre críticas e apoio a Dráuzio, o médico se defendeu: “Sou médico, não juiz”. Weintraub usou a frase para responder, pelo Twitter.

 

Com “Marinho”, Weintraub se refere à família Marinho, detentora das Organizações Globo. “Continuem defendo esse estuprador assassino, vocês se merecem. Antes que eu esqueça: desejo que vocês terminem no inferno!”

Ao utilizar os termos “estuprador assassino”, Weintraub se refere a Suzy, acusada da morte de um menino de 9 anos. Desde que foi presa, Suzy já recebeu mais de 200 cartas de solidariedade. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Boicote à Globo

No fim do último tweet, Weintraub pede à população que não fale com “ninguém (entrevistas) que trabalhe para essa família Marinho”. O ministro finaliza com a hashtag #BoicoteAGlobo.

A hashtag também foi utilizada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Eduardo disse que a TV Globo “passou pano” para Suzy.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade