Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

“Cada ninho de rato que toco fogo, mais inimigos coleciono”, afirma Bolsonaro

Por meio das redes sociais, Jair Bolsonaro se pronunciou sobre o sucateamento das aeronaves de responsabilidade da Fundação Nacional do Índio (Funai)

Publicado

em

Publicidade

Aline Rocha
redacao@grupojbr.com

Nesta segunda-feira (8) o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou sobre os problemas de sucateamento na Fundação Nacional do Índio (Funai). De acordo com ele, as aeronaves que encontram-se paradas em Brasília deveriam ser utilizadas para atendimento médico para a população indígena e que o fato de as aeronaves estarem sucateadas mostra que o órgão cuidava de tudo, “menos do índio”.

Bolsonaro se pronunciou por meio de um vídeo curto em seu Twitter, que conta com a presença da ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Na publicação, o presidente afirma que “cada ninho de ratos que toco fogo, mais inimigos coleciono”.

De todas as aeronaves que são responsabilidade da Funai, três não possuem mais possibilidade de recuperação, uma está acidentada e o resto não é mais operante. A frota estão estacionadas em um gramado do Aeroporto Internacional de Brasília em situação de abandono.

O aluguel atrasado do espaço já chega a R$ 3 milhões. Damares ressalta que o prejuízo é resultado de descaso. “Isto aqui é um descaso que deixaram para a Funai e o retrato da vergonha que era o órgão no passado. Vou ter que pagar, aqui de aluguel, milhões”, afirma.


Você pode gostar
Publicidade