fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Bolsonaro volta a defender cloroquina e fim do distanciamento social

“Deus ainda foi tão abençoado que nos deu até a hidroxicloroquina. E quem não acreditou, engula agora!”, afirmou Bolsonaro

Avatar

Publicado

em

Foto: Alan Santos/ PR
PUBLICIDADE

Na manhã desta quinta-feira (1º), durante visita a São José do Egito, no sertão nordestino, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o uso da cloroquina para o tratamento do novo coronavírus e o não cumprimento das regras de isolamento social.

“O nosso governo tudo fará para todos no Brasil, não esqueceremos os mais humildes. Alguns políticos fecharam tudo durante a pandemia, sempre falei: Não tem que fechar nada! Não tem que prender ninguém dentro de casa. Temos que zelar os mais idosos, mais passiveis de adquirir o vírus e ter problema mais graves. Fora isso, tínhamos que trabalhar. E mais ainda: Deus ainda foi tão abençoado que nos deu até a hidroxicloroquina. E quem não acreditou, engula agora!”, afirmou Bolsonaro.

Ele esteve na região para participar da inauguração da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú. Durante a visita, ele disse que não é médico, mas é “ousado como o Cabra da Peste”. “Temos que procurar solução para os nossos problemas”, disse.  E completou, “O semblante do nordestino quando chega água, parece que ganhou na Mega Sena. E ganhou sim!”, sendo ovacionado com gritos de “mito”.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade