fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Após decisão de Toffoli, juiz suspende ação que tornou Serra réu

Segundo o magistrado, apesar de a determinação do STF “não determinar de forma explícita que a presente ação penal seria abrangida pela determinação de suspensão”, ele decidiu suspender a ação penal “por cautela”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

José Marques
São Paulo, SP

Após decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, de suspender investigações relacionadas ao senador José Serra (PSDB-SP), o juiz federal Diego Paes Moreira suspendeu nesta quinta (30) ação da Lava Jato de São Paulo que acusa o tucano de lavagem de dinheiro.

Segundo o magistrado, apesar de a determinação do STF “não determinar de forma explícita que a presente ação penal seria abrangida pela determinação de suspensão”, ele decidiu suspender a ação penal “por cautela”.

“Assim, em cumprimento ao quanto determinado pelo Supremo Tribunal Federal na Reclamação 42.355, suspenda-se o andamento dos presentes autos”, disse Moreira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O juiz havia aceitado uma denúncia do Ministério Público Federal que acusava Serra de usar cargo e influência política para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul. O senador nega que tenha cometido qualquer irregularidade.

Dias Toffoli suspendeu nesta quarta-feira (29) duas investigações contra o senador José Serra.

Uma delas foi a Operação Revoada, da Lava Jato de São Paulo, que fez busca e apreensão em imóveis ligados ao tucano e à sua filha, Verônica.

A outra apuração suspensa pelo presidente do Supremo é tocada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público de São Paulo e tramita na Justiça Eleitoral de São Paulo. Nela, Serra é investigado sob suspeita de caixa dois nas eleições de 2014.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade