Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Saúde

Rio suspende aplicação de dose de reforço até chegada de novo lote

O calendário atual da cidade previa para este sábado (16) a vacinação de idosos de mais de 68 anos

Por FolhaPress 16/10/2021 1h39
Foto: Fiocruz / Peter Ilicciev

A Prefeitura do Rio de Janeiro, sob gestão Eduardo Paes (PSD), suspendeu a aplicação de doses de reforços da vacina contra Covid-19 até a chegada de novos lotes do imunizante Pfizer. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a medida foi tomada por causa da mudança no cronograma de entrega do Ministério da Saúde.

O calendário atual da cidade previa para este sábado (16) a vacinação de idosos de mais de 68 anos. A prefeitura não divulgou uma previsão de quando o processo será retomado, condicionando à entrega de novas remessas do ministério. A reportagem entrou em contato com o Ministério da Saúde e aguarda um posicionamento sobre a previsão de entrega de novos lotes.

Na sexta (15), a prefeitura do Rio de Janeiro já havia modificado o calendário da dose de reforço, que agora tem previsão para encerramento no dia 17 de novembro, com todas as pessoas com 60 anos ou mais vacinadas. As unidades seguem aplicando a segunda dose, conforme a data estipulada no comprovante da primeira. Até o final de outubro, todos os postos de vacinação estarão aplicando a primeira dose em maiores de 12 anos que ainda não tenham se vacinado.

A vacinação contra a Covid-19 no Rio de Janeiro segue aberta neste sábado para quem precisa tomar a segunda dose ou para quem tem mais de 12 anos e ainda não iniciou o processo de imunização. Segundo a prefeitura, 5.659.162 pessoas haviam tomado a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 até quinta (14). Com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única), o número estimado é de 4.048.689 pessoas.
As doses de reforço em idosos e pessoas com alto grau de imunossupressão somam 462.734 aplicações.








Você pode gostar